Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da pandemia de COVID-19 na qualidade de vida geral e pacientes fumantes em tratamento para cessação tabágica

Processo: 21/06500-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 30 de abril de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Janete Dias Almeida
Beneficiário:Gabriela Ribeiro Zucco
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):COVID-19   Qualidade de vida   Tabagismo   Estomatologia

Resumo

O tabagismo é a principal causa de adoecimento e morte em todo o mundo, trata-se de um grave problema de saúde pública. É um hábito que tem consequências para a vida do paciente e as consultas ao dentista são uma valiosa oportunidade para a abordagem ao fumante, motivação e encaminhamento para tratamento do tabagismo. O objetivo deste trabalho é descrever as mudanças em relação ao consumo de tabaco no período de restrição social devido à pandemia de COVID-19 através da aplicação e análise de novos questionários aplicados para os pacientes tabagistas que participaram do programa de cessação tabágica do Grupo de Estudos e Tratamento ao Tabagismo (GETT) do Instituto de Ciência e Tecnologia de São José dos Campos que já responderam previamente aos questionários "Short-Form Survey" (SF-36) e "Estilo de Vida Fantástico" fora do cenário pandêmico. Setenta e um pacientes do Grupo de Estudos e Tratamento ao Tabagismo do Instituto de Ciência e Tecnologia da Unesp de São José dos Campos responderão ao Short-Form Survey (SF-36),um dos mais utilizados instrumentos medidores de saúde geral devido à boa construção, consistência e confiabilidade. Consiste em uma medida de perfil de amplo espectro que inclui36 itens ou 8 subescalas de componentes em saúde física e mental. E ao questionário Estilo de Vida Fantástico, também com boa construção, consistência e confiabilidade. Além disso, dados como idade em que começou a fumar, tempo de uso, número de cigarros por dia, motivação para parar, tentativas de abandonar o hábito, idade atual, sexo e os hábitos de consumo de bebida alcóolica do paciente foram obtidos com a finalidade de traçar o perfil tabágico do indivíduo e responder como o hábito de fumar foi influenciado pela pandemia deCOVID-19. Os resultados esperados são de que devido à deterioração da saúde mental e física causada pela pandemia de COVID-19, o uso do tabaco tenha aumentado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)