Busca avançada
Ano de início
Entree

A influência do ciclo estral no metabolismo glicêmico e lipídico

Processo: 22/05589-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:João Paulo Gabriel Camporez
Beneficiário:Marina Guerreiro Badoco
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Etiologia   Ciclo estral animal   Resistência à insulina   Glicemia   Metabolismo dos lipídeos   Metabolismo de glucose
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ação da insulina | Ciclo Estral | glicemia | metabolismo lipídico | Metabolismo

Resumo

Gênero e sexo biológico impactam na patogênese de inúmeras doenças, incluindo distúrbios metabólicos como o diabetes mellitus do tipo 2, hiperlipidemia, obesidade e em particular, a resistência à insulina. É possível observar que esses distúrbios são menos prevalentes em mulheres jovens do que em homens na mesma idade. Nos últimos anos, dados provenientes tanto de estudos clínicos como de estudos experimentais em roedores revelaram que, além de um papel central no desenvolvimento sexual e reprodução, os hormônios esteroides ovarianos contribuem enormemente para a homeostase glicêmica, sugerindo que flutuações hormonais ao longo do ciclo menstrual (em humanos) ou estral (em modelo animal) poderiam desempenhar um papel na ação da insulina e possivelmente estar relacionado a distúrbios metabólicos. Porém, estudos em relação ao efeito do ciclo menstrual/estral sobre a ação da insulina e o impacto no metabolismo glicêmico e lipídico são escassos e controversos. Além disso, as estratégias direcionadas à prevenção e tratamento associados à resistência à insulina raramente consideram o papel do ciclo menstrual/estral. Desta maneira, o objetivo desse projeto é investigar as influências de cada fase do ciclo estral em camundongos fêmeos sobre o metabolismo glicêmico e lipídico e na ação da insulina, de modo a conhecer o que ocorre em diferentes fases do ciclo estral, dado que as flutuações nos perfis hormonais ao longo do ciclo têm sido associadas a alterações no controle metabólico e que poderia ajudar a aumentar o conhecimento em relação a ação da insulina.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)