Busca avançada
Ano de início
Entree

Em busca de zonas de proximidade: a pesquisa imersiva de crítica genética e contextualização como ferramentas de apoio à tradução do Diário Político de 1941, de George Orwell

Processo: 22/08062-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 12 de setembro de 2022
Vigência (Término): 11 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Pesquisador responsável:Lenita Maria Rimoli Pisetta
Beneficiário:Sofia Barral Lima Felipe da Silva
Supervisor: Ana Claudia Surian da Silva Gruter
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University College London (UCL), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:21/13811-3 - Reescrever o autor: uma proposta de tradução do Diário Político de 1941, de George Orwell, BP.IC
Assunto(s):Crítica genética   Tradução   Tradução literária   Diários   Escritores
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:crítica genética | Diário político | george orwell | Reescrita | Tradução | Tradução

Resumo

Este projeto é uma extensão da pesquisa de Iniciação Científica "Reescrever o autor: Uma proposta de tradução do Diário Político de 1941, de George Orwell", financiada pela FAPESP (Processo n.º 2021/13811-3), e visa à Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior (Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior - BEPE/FAPESP), para financiar o estudo "in loco" no The George Orwell Archive (University College London) e no British Newspaper Archive (British Library). A Supervisora de Bolsa no Exterior é a Prof.ª Dr.ª Ana Cláudia Suriani da Silva, fundadora e coordenadora do SELCS Brazilian Translation Club (UCL) e especialista em Crítica Genética pelo ITEM (Institut des Textes et Manuscrits Modernes, um dos centros pioneiros em estudos genéticos), entre outras inúmeras qualificações. O objetivo deste BEPE/FAPESP é encontrar ferramentas de crítica genética que possam ajudar e informar o processo de tradução, bem como fornecer respostas a questões contextuais que surgiram durante a reescrita do primeiro diário político de George Orwell para o português brasileiro. O referencial teórico que sustenta este estudo é a noção de "zonas de proximidade", de Gilles Deleuze (1998), e a experiência tradutória através dos estudos genéticos, de Marie-Hélène Paret Passos (2011). A metodologia é baseada na abordagem brasileira da crítica genética de Cláudia Amigo Pino e Roberto Zular (2007). O resultado esperado é obter informações e conhecimentos suficientes para desenvolver uma introdução crítica e notas à tradução para o português brasileiro do primeiro diário político de Orwell, fornecendo material contextualizado aos estudiosos que estejam interessados na obra de George Orwell, tradução por meio da crítica genética, ou a Segunda Guerra Mundial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)