Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho cognitivo e auditivo de adultos e idosos encaminhados para avaliação audilógica básica

Processo: 22/04859-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Isabel Ramos Do Amaral
Beneficiário:Marina Pinheiro Tanaka
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Demência   Audição   Cognição   Percepção auditiva   Registros médicos   Estudos prospectivos

Resumo

O comprovado aumento da expectativa de vida da população no Brasil e no mundo traz consigo condição de saúde cada vez mais frequente, envolvendo o declínio de funções cognitivas e sensoriais, tais como a perda de audição, decorrentes do processo natural de envelhecimento. Pesquisas recentes têm utilizado instrumentos de rastreio cognitivo em associação com o desempenho auditivo, visando compreender melhor essa relação e, consequentemente, subsidiar programas de intervenção precoce. Objetivo: associar o desempenho auditivo, incluindo os resultados da avaliação audiológica básica e Teste Dicótico de Dígitos (TDD), com o desempenho em um instrumento de rastreio cognitivo - Montreal Cognitive Assessment (MOCA) em adultos e idosos encaminhados para avaliação audiológica em um hospital universitário. Método: Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo e prospectivo, a ser submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição. Serão selecionados adultos e idosos que tenham sido encaminhados para avaliação audiológica básica nem um Ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas vinculado a Instituição da pesquisa, a partir dos seguintes critérios: ambos os sexos; idade acima de 40 anos; com audição normal e/ou perda auditiva do tipo mista e/ou neurossensorial de grau leve a moderadamente severo, segundo classificação da Organização Mundial de Saúde (2020) ou perda auditiva limitada a frequências altas, e o não uso de prótese auditiva ou outros dispositivos auxiliares de audição. Serão excluídos sujeitos que apresentem diagnóstico de comprometimento neurológico, cognitivo, psiquiátrico e/ou síndromes que afetem linguagem e audição ou que façam uso contínuo de medicamentos com ação no Sistema Nervoso Central. Os procedimentos serão: levantamento de dados em prontuários, incluindo avaliação audiológica básica, anamnese, rastreia cognitivo pelo instrumento MOCA e TDD - etapas de integração e separação binaural. Resultados esperados: espera-se que sejam encontradas correlações entre as variáveis pré-determinadas com o grau da perda auditiva, desempenho do TDD e MOCA, e que os achados possam subsidiar discussões a respeito de relação entre cognição e audição e importância da intervenção auditiva precoce.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)