Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das características e especificidade de dez métodos observacionais de análise da exposição biomecânica de trabalhadores: mais utilizados e com melhores propriedades de medida

Processo: 22/06045-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Rosimeire Simprini Padula
Beneficiário:Maria Padilha Alonso Gomes
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde do trabalhador   Ergonomia   Biomecânica   Revisão sistemática   Métodos de análise   Estudo observacional

Resumo

Os métodos observacionais para avaliar a exposição biomecânica dos trabalhadores no local de trabalho são utilizados para identificar os fatores de risco, e contribuem tanto no diagnóstico quanto na avaliação de melhorias nas condições de trabalho. Objetivos: identificar e classificar o foco de análise dos dez métodos observacionais mais utilizados e com melhores propriedades de medida identificadas por meio de uma revisão sistemática. Métodos: trata-se de um estudo analítico descritivo dos critérios e da especificidade de 10 métodos observacionais de análise da exposição biomecânica de trabalhadores no ambiente de trabalho. Os métodos a serem avaliados são: EAWS, HAL, OCRA, OWAS, PATH, QEC, REBA, ROSA, RULA e Strain Index. A extração dos dados e análise dos critérios utilizados por cada método será realizada por dois profissionais da área de saúde do trabalhador. Os fatores de exposição biomecânica primários a serem identificados para cada método serão: postura, força, esforço, contração, carga manuseada, pressões, qualidade da pega, dentre outros. Informações mais complexas, sobre a forma e peso de análise de cada exposição, bem como, se os métodos qualificam e quantificam a magnitude das variáveis que envolvem a exposição, também serão analisados e descritos de forma qualitativa. Resultados esperados: há muitas dúvidas por parte de profissionais de saúde do trabalhador, e pesquisadores, sobre como selecionar o melhor método observacional para ser utilizado, considerando suas características, e foco de análise para identificar a exposição biomecânica ocupacional do trabalhador para determinadas tarefas. A revisão sistemática que embasou este estudo já demonstrou que estes dez métodos são reprodutivos e válidos, mas isso não basta para a decisão de uso pelo profissional. Por isso, um melhor detalhamento e análise de cada fator de risco biomecânico na pontuação final dos métodos irão contribuir na descrição dessa informação neste estudo. Além de apoiar a decisão dos profissionais, beneficiará também os trabalhadores por meio da escolha mais efetiva de programas preventivos.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)