Busca avançada
Ano de início
Entree

O feedback planta-solo e suas implicações na restauração ecológica na transição mata atlântica-cerrado

Processo: 21/10716-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2022
Vigência (Término): 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Tsai Siu Mui
Beneficiário:Luís Felipe Guandalin Zagatto
Instituição Sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Metagenoma   Microbiota   Microbiologia do solo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biodiversidade | Ecótono | estrutura da comunidade | metagenoma | Microbioma | Microbiologia do solo

Resumo

Em florestas, as árvores são as principais responsáveis por definir as interações que ocorrem acima e abaixo do solo. Através da deposição de serrapilheira, fornecem a maior fonte de matéria orgânica acumulada sobre o solo, que suporta comunidades de organismos capazes de decompor e devolver componentes orgânicos e minerais ao ecossistema. Altamente degradada, a Mata Atlântica é a segunda maior floresta pluvial tropical do continente, existindo no estado de São Paulo diversas áreas de transição entre este bioma e o Cerrado que sofrem com ações antrópicas. Nos contextos atuais de mudanças climáticas e de degradação dos ecossistemas, muitas das funções exercidas pela microbiota do solo estão sendo perdidas, o que tornam os esforços para sua recuperação essenciais para a sobrevivência dos biomas. Desta forma, nossos objetivos neste trabalho são avaliar a contribuição da microbiota ao solo de uma área de transição entre Mata Atlântica e Cerrado localizada no centro-oeste do estado de São Paulo, bem como avaliar o feedback entre plantas e o solo neste ambiente, considerando possíveis estratégias para a restauração ecológica destas áreas. Para isso, avaliaremos características físicas, químicas e enzimáticas do solo, bem como a microbiota do solo utilizando técnicas de biologia molecular, como sequenciamento do gene 16S rRNA e da região ITS, além de análises estatísticas e de bioinformática. Também, avaliaremos o feedback entre o solo de três diferentes gradientes de transição (uma área em que predominam espécies de Mata Atlântica, uma em que predominam espécies de Cerrado e uma em que predominam espécies generalistas) e três espécies vegetais nativas. A partir dos resultados, esperamos disponibilizar informações sobre a microbiota do solo, do feedback entre as espécies e contribuir com protocolos de restauração de áreas de Mata Atlântica e de transição, fornecendo dados sobre possíveis espécies arbóreas nativas que atuam como facilitadoras do processo de restauração. Este plano está vinculado ao projeto "Applying the biotic soil legacy approach to understand positive-negative biota interactions for direct forest restoration from plant-soil communities feedbacks - BioFor" (chamada conjunta FAPESP-NWO, processo 2018/19000-4).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZAGATTO, Luís Felipe Guandalin. O feedback planta-solo e suas implicações na restauração ecológica na transição Mata Atlântica-Cerrado. 2023. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/STB) Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.