Busca avançada
Ano de início
Entree

Especiação e mobilização de óxidos e (oxi)hidróxidos de ferro e alumínio em solos no entorno de lagoas salino-alcalinas da Nhecolândia, Pantanal, Brasil

Processo: 22/08959-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2022
Vigência (Término): 31 de outubro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Célia Regina Montes
Beneficiário:André Renan Costa Silva
Supervisor no Exterior: Yves Marie Pierre Henri Lucas
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université de Toulon (UTLN), França  
Vinculado à bolsa:19/21157-1 - Controle geoquímico e mineralógico do funcionamento do sistema solo-lagoas da Nhecolândia, Pantanal, Mato Grosso do Sul, BP.DR
Assunto(s):Geoquímica   Solos   Especiação química   Hidróxidos   Óxidos   Nhecolândia (MS)   Pantanal
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Especiação | Geoquímica | hidróxidos | oxidos | Pantanal | solo | Geoquímica

Resumo

Este projeto visa avaliar a especiação em fases sólidas e a disponibilidade de ferro e alumínio em neoformações de argila, na região sul da Nhecolândia, Pantanal. Solos ao redor de lagoas com águas salino-alcalinas de diferentes cores apresentam contrastes significativos entre parâmetros físico-químicos e diferentes contribuições mineralógicas. Assim, solos e lagos com características diferentes coexistem em um único ambiente, separados por curtas distâncias. Por isso, processos pedogenéticos como as neoformações minerais secundárias são importantes para a compreensão do sistema solo-lagoa encontrado na Nhecolândia. Por meio de testes de lixiviação em lote de pH-estático, extrações seletivas sequenciais e modelos de especiação metálica (ORCHESTRA) e termodinâmica (PHREEQ-C), este projeto busca a natureza e mobilidade de óxidos e oxi-hidróxidos de ferro e alumínio, por vezes estudados como óxidos férricos hidratados (HFO). Essas fases minerais são de extrema importância nos solos, devido à variação de comportamento em diferentes condições ambientais e sua associação com diferentes constituintes do ambiente. Por meio desses estudos, será possível identificar as principais reações que ocorrem entre as fases líquida e sólida no ambiente, entender melhor o funcionamento do ciclo biogeoquímico ativo e refinar os dados obtidos por meio de técnicas mineralógicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)