Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de biossensores enzimáticos e aplicação na quantificação de compostos fenólicos em fluidos corporais sintéticos

Processo: 22/09183-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Andreia de Araújo Morandim
Beneficiário:Mariana Pontes Vieira
Instituição Sede: Campus de São Bernardo do Campo. Centro Universitário da FEI (UNIFEI). Fundação Educacional Inaciana Padre Sabóia de Medeiros (FEI). São Bernardo do Campo , SP, Brasil
Assunto(s):Biotecnologia   Compostos fenólicos   Imobilização   Lacase   Técnicas biossensoriais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biossensor | Compostos fenólicos | Fluidos corporais | imobilização | lacase | Biotecnologia

Resumo

Estudos relacionados a produção e aplicação de biossensores na área médica têm crescido significativamente nos últimos anos, principalmente os relacionados a quantificação de compostos envolvidos no desencadeamento de diversos problemas de saúde como, epinefrina, dopamina, vitamina B6, entre outros. Dessa forma, o desenvolvimento de dispositivos capazes de quantificar esses compostos em fluidos corporais possibilitará, no futuro, o controle de diversas doenças relacionadas disfunções no sistema adrenal, renal, hormonal, cardiovascular e, sistema nervoso central. Assim, levando-se em consideração a aplicabilidade de biossensores, principalmente os enzimáticos, durante o desenvolvimento do presente projeto serão otimizadas as condições de produção de um biossensor enzimático em que será utilizada a enzima lacase obtida a partir do fungo Xilaria sp. isolado a partir de folhas de mandioca. Dessa forma, inicialmente será otimizada a condição ideal de produção da enzima lacase pelo fungo sendo variados o pH, o tempo de fermentação e, a temperatura. Posteriormente será realizada a pré purificação da enzima lacase e determinação das condições ideais de utilização da enzima proveniente do fungo Xilaria sp. para a produção de biossensores visando a aplicação na quantificação de epinefrina e dopamina. Dessa forma, será realizado um estudo referente a determinação da concentração ideal de lacase nos biossensores, capacidade de detecção bem como uma avaliação da necessidade de purificação total da enzima para produção do biocomponente visando a redução do custo de produção de biossensores. Os dados de quantificação obtidos serão comparados com os dados de quantificação obtidos via HPLC.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)