Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos antitumorais da nano-imunoterapia OncoTherad envolvendo a via de sinalização mediada pelo receptor toll-like 4, checkpoints imunológicos e monoamina oxidases: implicações clínicas no câncer de bexiga

Processo: 22/04796-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Wagner José Fávaro
Beneficiário:Gabriela Cardoso de Arruda Camargo
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias da bexiga   Imunoterapia   Nanotecnologia   OncoTherad   Urologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Câncer de Bexiga | imunoterapia | Nanotecnologia | OncoTherad | Urologia

Resumo

A imunoterapia com Bacillus Calmette-Guerin (BCG) é a forma mais eficaz de terapia intravesical para a profilaxia da recorrência e progressão do câncer de bexiga não-músculo invasivo (CBNMI). Contudo, a imunoterapia com BCG está frequentemente associada com efeitos adversos locais e/ ou sistêmicos, incluindo sepse, além de recorrência tumoral em até 40% dos casos. A incidência desses efeitos é significativamente reduzida com a utilização de agentes quimioterápicos. No entanto, a resposta à quimioterapia intravesical é incompleta e a recidiva tumoral é elevada. Apesar disso, até hoje, não há no mercado nenhuma outra terapia mais eficaz que o BCG. No Brasil e EUA, a fabricação e distribuição do BCG sofre com constantes interrupções, o que pode causar impacto negativo no tratamento dos pacientes com câncer de bexiga. Sem esse tratamento, tais pacientes possuem alto risco de recidiva e progressão tumoral. A opção cirúrgica, cistectomia parcial ou total, está frequentemente associada às altas taxas de morbidade e mortalidade. Além disso, para alguns pacientes, a cistectomia não constitui uma opção disponível devido à presença de comorbidades. Assim, as novas modalidades de tratamento para pacientes com CBNMI de alto grau, para os quais a terapia com BCG falhou ou está contraindicada, estão aumentando devido ao desenvolvimento de novos medicamentos. A imunoterapia se tornou uma terapia promissora contra o câncer, melhorando o prognóstico de pacientes com diferentes tipos de cânceres e oferecendo a possibilidade de remissão da doença a longo prazo. Uma vez que o CBNMI é sensível à imunoterapia, os imunomoduladores que atuam como agonistas do sistema imunológico são considerados candidatos promissores para o desenvolvimento de tratamentos mais eficazes para esse tipo de tumor, sem os efeitos colaterais que os acompanham. Nesse cenário, uma nova perspectiva é representada pela nanoimunoterapia OncoTherad®. OncoTherad® é um complexo de fosfato inorgânico nanoestruturado associado à proteína glicosídica (MRB-CFI-1), desenvolvido pela Universidade Estadual de Campinas/ Brasil, que apresenta propriedades imunomoduladoras e antitumorais. O presente projeto objetiva caracterizar os efeitos histopatológicos e moleculares da nano-imunoterapia OncoTherad® (MRB-CFI-1) em pacientes com CBNMI irresponsivos (recidivados, refratários, intolerantes) ao tratamento com BCG e/ ou quimioterapia intravesical, bem como investigar os possíveis mecanismos de ação dessa nano-imunoterapia no funcionamento de fatores e vias de sinalização interrelacionadas e implicadas no complexo microambiente do câncer de bexiga, constituindo um panorama informativo sobre o perfil da resposta inflamatória/ imune. Pela importância do desenvolvimento de novas drogas e/ou associações terapêuticas para câncer no Brasil, que sabidamente gasta grande parcela dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) na compra de fármacos importados e, ainda no caso em particular do câncer de bexiga, em que se utiliza oncoBCG com todas as suas conhecidas limitações no tratamento de pacientes à falta de substitutos adequados, o desenvolvimento desse estudo é essencial levando-se em conta os objetivos propostos e os resultados projetados. A criação de produtos de base tecnológica especialmente aplicáveis na área da saúde trazem retorno imediato para a sociedade civil do investimento feito em pesquisas nas universidades. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)