Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel das citocinas na modulação da indução a produção de muco por cepas de Escherichia coli enteropatogênica atípica (aEPEC) em células intestinais in vitro

Processo: 22/12006-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2022
Vigência (Término): 31 de outubro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Tânia Aparecida Tardelli Gomes do Amaral
Beneficiário:Juan Josue Puño Sarmiento
Instituição Sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/14821-7 - Explorando novas estratégias de virulência em Escherichia coli, AP.TEM
Assunto(s):Citocinas   Diarreia   Escherichia coli enteropatogênica atípica   Muco   Virulência   Patogenicidade bacteriana
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:citocinas | Diarréia | EPEC atípica | Muco | Patogenicidade | Patogenicidade bacteriana

Resumo

A infecção do epitélio intestinal por determinados enteropatógenos resulta na mudança de expressão de genes que codificam citocinas pró-inflamatórias e na produção de mucinas. Nosso grupo demonstrou que algumas cepas de Escherichia coli enteropatogênica atípica (aEPEC) induzem aumento significativo na produção de muco, quando inoculadas em alça ileal ligada de coelho in vivo. Nesse mesmo estudo, foi evidenciado por imunofluorescência que essas cepas ocasionam aumento na produção de mucinas tipos 2, 3, 4 e 5AC em células caliciformes em cultura e aumento na transcrição do RNAm de MUC4 e MUC5AC). Não existem estudos sobre potenciais alterações na produção de citocinas provocadas pela infecção por cepas de aEPEC de origem humana, durante a interação com diferentes modelos de células intestinais. Assim, interessa-nos compreender a eventual correlação entre a indução da produção de muco por cepas de aEPEC selecionadas e a produção alterada de determinadas citocinas nesses modelos. Para tanto, serão feitos experimentos de interação de aEPEC em modelos de infecção de células intestinais de coelho ex vivo, para analisar o aumento de produção de muco, a alteração no perfil de expressão de citocinas nesses tecidos e a eventual correlação entre esses fenômenos. A identificação de mecanismos celulares que levam à excessiva produção de muco, decorrente da interação de algumas cepas de aEPEC com a mucosa intestinal, poderá favorecer o desenho de medidas profiláticas adequadas, evitando-se assim a ocorrência de gravíssimas alterações nesse órgão.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)