Busca avançada
Ano de início
Entree

Adição de micronutrientes na ureia para reduzir as perdas por volatilização de amônia e aumentar a produtividade do milho (Zea mays L.)

Processo: 22/07574-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Rafael Otto
Beneficiário:Bruno Maia Abdo Rahmen Cassim
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Boro   Nitrogênio   Nutrição vegetal   Zinco
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Boro | Eficiência do uso de Nitrogênio | Fertilizantes de eficiência aumentada | níquel e molibdênio | Nitrogênio | N-(n-butil) tiofosfórico triamida (NBPT) | Nutrição de Plantas | zinco | Adubos e adubação

Resumo

A ureia é o fertilizante nitrogenado mais utilizado para fornecer nitrogênio (N) às plantas. No entanto, quando aplicada sobre a superfície do solo é hidrolisada pela enzima urease e perdida por volatilização de amônia (N-NH3), desencadeando problemas ambientas, econômicos e a saúde humana. O inibidor de urease N-(n-butil) tiofosfórico triamida (NBPT) é amplamente utilizado para reduzir as perdas por N-NH3, porém nem sempre são observados ganhos em produtividade, uma vez que, o N pode não ser o fator limitante. Por outro lado, micronutrientes como: boro (B), zinco (Zn), níquel (Ni) e molibdênio (Mo) podem inibir a enzima urease e servirem simultaneamente como nutrientes para as plantas. A hipótese deste projeto é que a ureia granulada com micronutrientes (B, Zn, Ni ou Mo) e recoberta ou não com NBPT viabilizará a produção de novos fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada que apresentem redução das perdas por volatilização de N-NH3 e aumento da produtividade do milho (Zea mays L.). O estudo será conduzido em quatro etapas: i) Omissão dos nutrientes N, B, Zn, Ni e Mo, na planta de milho conduzida em solução nutritiva; ii) Produção e caracterização físico-química dos novos fertilizantes nitrogenados; iii) Determinação da volatilização de N-NH3 em ambiente controlado e iv) Avaliação da produtividade e estado nutricional das plantas de milho cultivas em dois ambientes pedoclimáticos distintos (solo muito argiloso e solo arenoso). Nessa etapa também será avaliada a volatilização de N-NH3 à campo. Os resultados viabilizarão a compreensão sobre qual micronutriente utilizado na granulação da ureia é mais eficiente em diminuir as perdas por N-NH3 e aumentar a produtividade do milho, além de averiguar a necessidade de manter o recobrimento com NBPT na ureia granulada com B, Zn, Ni ou Mo. Espera-se que os fertilizantes desenvolvidos por meio deste estudo possam despertar interesse da indústria para produção em larga escala e uso na agricultura.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MINATO, EVANDRO ANTONIO; BESEN, MARCOS RENAN; NETO, MICHEL ESPER; CASSIM, BRUNO MAIA ABDO RAHMEN; ZAMPAR, EDER JUNIOR DE OLIVEIRA; INOUE, TADEU TAKEYOSHI; BATISTA, MARCELO AUGUSTO. Ammonia volatilization and nitrogen status in second-season corn after lime and gypsum application in no-till. ACTA SCIENTIARUM-AGRONOMY, v. 45, p. 11-pg., . (22/07574-1)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.