Busca avançada
Ano de início
Entree

Splicing alternativo em genes codificadores de HSPs envolvidos na patogenicidade do dermatófito Trichophyton rubrum

Processo: 22/15282-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 30 de novembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Nilce Maria Martinez-Rossi
Beneficiário:Maria Júlia Santos Saboya Pereira
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/22596-9 - Mecanismos moleculares associados à patogenicidade e resistência em fungos: estratégias para o tratamento de dermatofitoses, AP.TEM
Assunto(s):Proteínas de choque térmico   Processamento alternativo   Trichophyton rubrum   Micologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Heat Shock Proteins | Mecanismos Compensatórios | Splicing alternativo | Trichophyton rubrum | Micologia

Resumo

Trichophyton rubrum é, atualmente, o principal causador de dermatofitoses a nível global. A compreensão de vias moleculares que coordenam a sua biologia é fundamental para o desenvolvimento de novos modelos de estudo acerca de fungos patogênicos. Algumas características importantes, como a expressão diferencial de genes de resposta a stress, conferem valor adaptativo para que o fungo seja capaz de se manter frente a condições impostas pela dinâmica parasita-hospedeiro. Sabendo-se disso, é reforçada a escolha de moléculas centrais para os processos de resistência, virulência e reprogramação metabólica como alvo de estudos. As Proteínas de Choque Térmico (HSPs) são notadamente empregadas pelos fungos para lidar com estímulos estressores, uma vez que desempenham papéis diversos na homeostase celular. Suas funções principais se relacionam a processos como transdução de sinal, desagregação de complexos proteicos e dobramento correto de proteínas. Fatores que afetam essa homeostase podem ter natureza biótica ou abiótica, causando alterações conformacionais nas proteínas e recrutando a função chaperona das HSPs como um mecanismo adaptativo. Os genes de HSPs são expressos de forma diferencial de acordo com a detecção de condições nos meios intra e extracelular. A modulação da expressão desses genes e de seus respectivos parálogos pode ser complementada pelo splicing alternativo em nível pós-transcricional, de modo a enriquecer os mecanismos compensatórios que mantêm a regulação dessa via. A estrutura dos genes e os domínios proteicos das HSPs são amplamente descritos na literatura e podem ser utilizados como ponto inicial para o desenvolvimento de uma metodologia que permita a sua correta identificação e investigação em fungos dermatófitos. Assim, esse trabalho tem como principal objetivo validar o papel de genes parálogos e dos eventos de splicing em HSPs no contexto biológico de fungos dermatófitos. Investiremos em uma investigação aprofundada sobre os mecanismos compensatórios envolvidos no controle da expressão gênica de HSPs em T. rubrum em resposta a stress celular abiótico e em modelos de infecção.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NEVES-DA-ROCHA, JOAO; SANTOS-SABOYA, MARIA J.; LOPES, MARCOS E. R.; ROSSI, ANTONIO; MARTINEZ-ROSSI, NILCE M.. Insights and Perspectives on the Role of Proteostasis and Heat Shock Proteins in Fungal Infections. MICROORGANISMS, v. 11, n. 8, p. 25-pg., . (21/04263-2, 19/22596-9, 22/15282-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.