Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de proteínas envolvidas na função e plasticidade sináptica em camundongos hipomórficos para Klotho

Processo: 22/13804-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2023
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Elisa Mitiko Kawamoto Iwashe
Beneficiário:Geovana Rosa Oliveira dos Santos
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/06009-6 - Neuroplasticidade induzida pela ativação da sinalização Klotho, Na, K-ATPase mediadores da neuroinflamação e o sistema glutamatérgico como estratégia para novos alvos terapêuticos para o envelhecimento e doenças neurodegenerativas, AP.TEM
Assunto(s):Envelhecimento   Proteína Klotho   Neurofarmacologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Envelhecimento | Klotho | proteínas sinápticas | Sinalização glutamatérgica | Neurofarmacologia

Resumo

O processo de envelhecimento é caracterizado por um declínio funcional de diversos sistemas fisiológicos. No sistema nervoso central, o envelhecimento pode estar relacionado ao comprometimento cognitivo, como consequência de mudanças na plasticidade sináptica. A proteína Klotho está envolvida no processo de envelhecimento, participando de algumas vias de sinalização. No sistema nervoso central, Klotho é sintetizada por células ependimárias do plexo coróide, células de Purkinje e neurônios do hipocampo, participando de alguns processos cognitivos relacionados à memória, além de atuar na regulação da plasticidade sináptica no hipocampo. Camundongos nocautes para o gene da Klotho apresentam redução da expectativa de vida e do número de sinapses no hipocampo e deficiências de memória e aprendizado. As proteínas sinaptofisina, sinapsina e proteína de densidade pós-sináptica 95 (PSD-95) são essenciais para a função sináptica, atuando na plasticidade sináptica e na liberação de neurotransmissores. Além disso, os receptores glutamatérgicos N-metil-D-aspartato (NMDA) e ácido ±-amino-3-hidroxi-5-metil-4-isoxazol propiônico (AMPA) também são importantes para a plasticidade sináptica, participando da indução de potenciação a longo prazo (LTP) e de depressão a longo prazo (LTD). Uma vez que camundongos hipomórficos para o gene da proteína Klotho parecem apresentar comprometimento cognitivo, o objetivo do projeto é avaliar como se comporta a expressão de proteínas sinápticas associadas à sinalização glutamatérgica diante da ausência de Klotho no cerebelo e hipocampo de machos e fêmeas, por meio da técnica de Western Blotting. Assim, espera-se compreender se as alterações no desempenho cognitivo encontradas nestes animais podem estar relacionadas a mudanças no padrão de expressão de proteínas envolvidas na função sináptica e se estas alterações podem estar ligadas ao sexo, uma vez que a expressão da proteína Klotho é diferente entre machos e fêmeas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)