Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos de mudança espaço-temporal da cobertura do solo nas cidades: integrando a melhoria da infraestrutura verde e a expansão urbana

Processo: 23/00014-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Vigência (Término): 31 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Roberta Averna Valente B Tolini
Beneficiário:Marina Pannunzio Ribeiro
Supervisor: Dongmei Chen
Instituição Sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: Queen's University, Canadá  
Vinculado à bolsa:21/04421-7 - Resiliência da paisagem urbana: integração de áreas naturais com o planejamento urbano, BP.DR
Assunto(s):Serviços ambientais   Uso do solo   Cobertura do solo   Geotecnologias   Estudos ambientais   Mata Atlântica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Atlantic forest biome | Cellular automata | Ecosystem services | future scenarios | land-cover | landscape ecological metrics | land-use | Tecnologias geo-espaciais aplicadas a estudos ambientais urbanos

Resumo

As alterações do uso/cobertura do solo, em simultâneo com as alterações climáticas, causam um impacto significativo no ambiente urbano e nos serviços ecossistémicos. Neste século urbano, reconhecer e considerar no planejamento urbano as fortes interações entre sistemas sociais e ecológicos e os múltiplos benefícios da infraestrutura verde é essencial para que as cidades se tornem mais resilientes aos impactos das mudanças climáticas. Esse reconhecimento é significativo nas cidades brasileiras da Mata Atlântica porque esse Bioma abriga a maior parte da população brasileira em um hotspot de biodiversidade global. Nesse sentido, modelos de simulação de cenários futuros como algoritmos de autômatos celulares têm sido frequentemente usados para simular o impacto negativo da expansão urbana e mudanças no uso do solo. Assim, esta pesquisa propõe uma nova abordagem para avaliar as mudanças no uso do solo em uma cidade brasileira no Bioma Mata Atlântica usando técnicas geoespaciais, algoritmos de autômatos celulares e métricas estruturais da paisagem. O projeto visa comparar quatro cenários futuros de mudança de uso/cobertura da terra: em dois anos diferentes (2030 e 2050) sob duas hipóteses de cenário de espaço verde - primeiro, considerando a política espacial e o outro, considerando restrições previamente definidas através de avaliação multicritério - para avaliar a importância da infraestrutura verde e garantir a adequação ambiental em uma paisagem urbana em crescimento. Projeções de expansão urbana em vários cenários de conservação de infraestrutura verde são essenciais para ajudar as cidades a atingir os objetivos da campanha das Nações Unidas - Race to Resilience - transformando áreas urbanas em saudáveis, limpas, seguras e resilientes aos impactos das mudanças climáticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)