Busca avançada
Ano de início
Entree

Valorização do bagaço de maçã pela tecnologia de digestão anaeróbia em um conceito de biorrefinaria

Processo: 21/07986-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2023
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Tânia Forster Carneiro
Beneficiário:Larissa Castro Ampese
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/14938-4 - Waste2energy: integração das tecnologias supercrítica e digestão anaeróbia através de um sistema automatizado para produção de precursores de biocombustíveis, AP.JP2
Assunto(s):Bioenergia   Hidrogênio   Metano   Digestão anaeróbia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bioenergia | Fermentação escura | Hidrogênio | Metano | Rotas Tecnológicas | Digestão anaeróbia

Resumo

Tecnologias de reaproveitamento de resíduos lignocelulósicos procedentes da indústria de alimentos para a obtenção de novos produtos energéticos estão emergindo. Do total de maçãs utilizadas para processamento, 65% são destinadas para a produção de suco e apenas uma porção deste material é reaproveitada para alimentação animal, com o restante tornando-se um empecilho ambiental e econômico para a indústria do suco de maçã. Nesse sentido, a pesquisa tem como objetivo geral avaliar a aplicabilidade e eficiência da digestão anaeróbia para valorização do bagaço de maçã, com os objetivos de desenvolver e comparar rotas para obtenção de (a) metano e (b) hidrogênio, em um conceito de biorrefinaria. Ensaios com reatores anaeróbios alimentados com bagaço de maçã serão realizados em condições do tipo seca e temperatura mesofílica, visando maior produção de metano/hidrogênio e biofertilizante. A utilização de suplementação dos reatores anaeróbios será avaliada em comparação a reatores não suplementados, bem como serão testados diferentes produtos para a alcalinização do meio. Todos os experimentos serão avaliados técnico-econômica e ambientalmente, permitindo verificar a possibilidade de implantação de reatores industriais para a valorização do bagaço de maçã. Por fim, uma biorrefinaria do bagaço de maçã com diferentes processos tecnológicos será projetada e serão desenvolvidas e identificadas rotas tecnológicas para a produção de bioenergia e biocombustíveis, com aplicação de economia circular e redução das emissões de gases de efeito estufa.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VELASQUEZ-PINAS, JEAN AGUSTIN; AMPESE, LARISSA CASTRO; ZIERO, HENRIQUE DI DOMENICO; RADIS STEINMETZ, RICARDO LUIS; BELT, CHRISTIAN; FORSTER-CARNEIRO, TANIA. Circular bioeconomy of coffee industries: Energy and techno-economic approach based on biogas and biomethane production. JOURNAL OF CLEANER PRODUCTION, v. 418, p. 16-pg., . (21/07986-5, 21/08696-0, 18/14938-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.