Busca avançada
Ano de início
Entree

Atuações da psicologia escolar em uma rede pública municipal de ensino básico durante a pandemia de covid-19 e no retorno às aulas presenciais: intervenções e desafios.

Processo: 22/16613-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2023
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Marilene Proença Rebello de Souza
Beneficiário:Sarah Cristina de Luca e Silva
Instituição Sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Educação escolar básica   Psicologia escolar   Psicologia cultural-histórica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Atuação Psicólogas(os) | Educação Básica | Pandemia COVID-19 | psicologia escolar | Psicologia Histórico-Cultural | Psicologia Escolar e Educacional

Resumo

Em vista aos acontecimentos recentes de uma pandemia mundial iniciada pelo SARS-CoV-2, que resultou, dentre diversos desdobramentos, no isolamento e fechamento de ambientes comuns - dentre eles, as escolas -, a presente pesquisa pretende realizar um levantamento das atuações e intervenções das(os) psicólogas(os) em uma rede de Escolas Municipais de Ensino Básico (EMEB) do Estado de São Paulo, assim como identificar e analisar desafios encontrados por estes profissionais em sua atuação, com recorte temporal dos anos de 2020 até os dias atuais, passando pelo isolamento social e pela volta ao ensino presencial. A pesquisa será qualitativa, de caráter exploratório e terá duas fontes de dados: documental e empírica. No âmbito documental, analisará as legislações estaduais e municipais que constituíram as ações da rede pública de ensino frente ao avanço do Coronavírus. No âmbito empírico, serão realizadas entrevistas com psicólogas(os) de uma rede municipal de ensino. A análise das produções será baseada em uma perspectiva crítica em Psicologia Escolar e Educacional sobre a atuação da(o) psicóloga(o) na escola, considerando as dimensões emancipatórias da educação a partir da Psicologia Histórico-Cultural. Considera-se, por fim, que esta pesquisa analisará a complexidade que constitui a atuação de psicólogas(os) escolares e a necessidade da articulação em ações multiprofissionais e intersetoriais, tendo como finalidade a construção de uma escola crítica, emancipatória e de qualidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)