Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento da síntese de colesterol na progressão da Doença Hepática não Alcoólica

Processo: 23/04509-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2023
Vigência (Término): 31 de julho de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:William Tadeu Lara Festuccia
Beneficiário:Natália Monteiro Pessoa
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/04159-8 - Biologia e envolvimento de mTORC2 e mTORC1 no desenvolvimento da esteatose hepática e progressão para esteatohepatite e hepatocarcinoma, AP.TEM
Assunto(s):Metabolismo   Colesterol   Hepatopatia gordurosa não alcoólica   Fígado gorduroso   Fibrose   Atorvastatina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Atorvastatina | Esteatohepatite | Fibrose | metabolismo de lipídeos e glicose | Metabolismo

Resumo

NAFLD representa um grupo heterogêneo de doenças hepáticas que podem variar de uma simples esteatose (NAFL, acúmulo de lipídeos excedendo 5 a 10% da massa hepática), a condições mais severas como a esteatohepatite (NASH), cirrose e o hepatocarcinoma celular (HCC). Em um estudo preliminar nós encontramos que o desenvolvimento da NAFL e progressão para NASH induzidos pela deleção de PTEN em hepatócitos está associado com um aumento na síntese de ácidos graxos, colesterol e ceramidas no fígado. Estes dados nos motivaram a investigar durante o mestrado os efeitos da inibição da síntese de colesterol com atorvastatina no desenvolvimento da NAFL e progressão para NASH induzidas geneticamente pela deleção de Pten em hepatócitos. Os dados obtidos até o momento sugerem que a inibição da síntese e acúmulo de colesterol protege parcialmente da esteatose, fibrose e inflamação hepáticas características da NASH induzida pela deleção de Pten em hepatócitos. Assim no doutorado direto, nós investigaremos os mecanismos moleculares envolvidos nas ações protetoras da atorvastatina no desenvolvimento da NAFL e NASH induzidas pela deleção de Pten em hepatócitos. Testaremos também os efeitos da inibição da HMGCR com atorvastatina em um segundo modelo de NAFL e NASH induzidos pela ingestão de dieta rica em frutose associada a tratamento com o carcinogênio CCL4. Em um terceiro protocolo investigaremos a participação específica da via do NLRP3-inflamassoma nos efeitos deletérios do colesterol no fígado. Nestes protocolos, camundongos serão avaliados para o peso corporal, consumo alimentar e eficiência energética, homeostase da glicose (GTT, ITT, PTT), massa e histologia hepática (H/E), fibrose (Picrosirius), inflamação (conteúdo de citocinas TNFa, IL-1b, IL-6 e IL-10), sinalização intracelular da insulina (Western blot Akt total e fosforilada), lipidoma (espectrometria de massas), perfil de expressão gênica (qPCR), síntese de ácidos graxos, colesterol e glicerol 3-fosfato, e atividade de enzimas chave envolvidas nestes processos (FAS, ACC, ACLY, PEPCK e GyK, entre outras). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)