Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos e consequências da ativação de receptores citoplasmáticos por patógenos intracelulares.

Processo: 23/06903-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2023
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dario Simões Zamboni
Beneficiário:Tamara Silva Rodrigues
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/11342-6 - Mecanismos e consequências da ativação de receptores citoplasmáticos por patógenos intracelulares, AP.TEM
Assunto(s):Infecção   Inflamação   Inflamassomos   Macrófagos   Interações hospedeiro-patógeno
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:infeccao | Inflamação | inflamassoma | Macrófagos | Interação Patógeno-Hospedeiro

Resumo

A ativação da plataforma do inflamassoma leva a produção da citocina IL-1b que é importante para o controle da infecção por parasitas do gênero Leishmania (Lima-Junior et al., 2013). Recentemente nosso grupo demonstrou que a via não canônica do inflamassoma, mediada via Caspase-11, é importante para a ativação de NLRP3 e controle da infecção in vitro e in vivo, e que o lipofosfoglicano (LPG) expresso na membrana do parasito é o responsável pela ativação de Caspase-11 (de Carvalho et al., 2019a). Após a fagocitose, a Leishmania se encontra presente no interior dos vacúolo parasitóforo e o mecanismo pelo qual o LPG presente na membrana do parasito tem acesso à Caspase-11 localizada no citoplasma ainda não foi esclarecido. Resultados preliminares indicam que o inflamassoma de NLRC4 possui papel no controle da infecção e ativação de Caspase-11. Desse forma, nosso objetivo é avaliar o papel de NLRC4 na ativação de Caspase-11, uma vez que não existem dados na literatura que ligam diretamente essas duas plataformas. Esses resultados podem contribuir para nossa compreensão de como o parasito Leishmania, e seu lipofosfoglicano ativam o inflamassoma, levando ao controle da infecção. Além disso, o desenvolvimento desse subprojeto pode levar a identificação de um novo mecanismo de ativação de Caspase-11 envolvendo NLRC4.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)