Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do transporte de microplásticos em águas subterrâneas de ambientes tropicais

Processo: 23/06060-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2023
Vigência (Término): 31 de julho de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Juliana Gardenalli de Freitas
Beneficiário:Tamiris Lopez Ferreira
Instituição Sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/15434-0 - SACRE: soluções integradas para cidades resilientes, AP.TEM
Assunto(s):Águas subterrâneas   Contaminantes emergentes   Microplásticos   Transporte
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Águas Subterrâneas | contaminantes emergentes | Microplásticos | Transporte | Contaminação por emergentes

Resumo

Os microplásticos (MPs) são poluentes emergentes com ampla dispersão global,presentes nos mais variados compartimentos ambientais, incluindo as águas subterrâneas. Asfontes de entrada de MPs nas águas subterrâneas são diversas, oriundas de atividadesantropogênicas rurais e urbanas, como vazamentos em redes de esgotamento sanitário. A partirdessas fontes, os MPs são lixiviados e podem atingir aquíferos, colocando em risco a qualidadeda água subterrânea. Por isso, compreender o comportamento desses contaminantes em meiossubterrâneos, principalmente em ambientes tropicais que foram pouco estudados, é essencialpara o desenvolvimento de estratégias para a proteção de aquíferos e remediação de áreascontaminadas. Assim, nessa pesquisa serão avaliados por meio de ensaios em laboratório otransporte e o comportamento de MPs em águas subterrâneas, buscando avaliar as principaiscaracterísticas das partículas e do meio que controlam sua mobilidade nesta matriz. Espera-seque MPs menores sejam transportados mais rapidamente e a distâncias maiores do quepartículas de maior tamanho, e ainda, que nos solos arenosos, os MPs sejam transportados emmaior velocidade e apresentem menor retenção do que em solos argilosos ricos em óxidos deferro. Para avaliar essas hipóteses, serão feitos testes de fluxo em colunas e de adsorção em batelada com fibras de poliéster em duas categorias de tamanho (0,063-1mm e 1-5 mm) emdois tipos de solos brasileiros, um arenoso e outro argiloso (tipicamente tropical).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)