Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca de padrões de substâncias de Citrus sinensis para usar em estudos de biossíntese

Processo: 23/10653-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Vigência (Término): 31 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Acordo de Cooperação: CNPq - INCTs
Pesquisador responsável:Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva
Beneficiário:Robson de Almeida Silva
Instituição Sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50918-7 - INCT 2014: para o Controle Biorracional de Insetos Pragas e Fitopatógenos, AP.TEM
Assunto(s):Citrus   Fitopatógenos   Inseticidas   Meliaceae   Rutaceae   Produtos naturais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Citrus | Fitopatógenos | Inseticidas | meliaceae | Rutaceae | Trichilia | Produtos Naturais

Resumo

Huanglongbing é a doença mais destrutiva dos citros no momento. No Brasil ela está associada às bactérias Candidatus Liberibacter asiaticus e Ca. L. americanus, as quais colonizam o floema causando queda gradual de folhas e frutos e declínio da planta. Ca. L. asiaticus é a mais agressiva e mais difundida em regiões citrícolas. O estudo de C. sinensis enxertadas sobre C. limonia cv. Pêra com e sem sintomas de HLB, os quais foram examinados a fim de se determinar se os metabólitos secundários desta planta estavam associados com uma resposta de defesa química. Extratos do caule, raízes e folhas foram examinados por UPLC-MS/MS e através dessas análises foi possível observar uma diminuição no conteúdo de flavonoides nas partes aéreas e um aumento no conteúdo das cumarinas nas raízes em plantas com sintomas de HLB em comparação aos controles (plantas onde a bactéria não foi inoculada). Essas informações sugerem que a via biossintética das cumarinas pode ser utilizada para aumentar a resistência ao fitopatógeno Ca. Liberibacter asiaticus. Isto nos levou a iniciar estudos de biossíntese de cumarinas em citros. Estudos de identificação de enzimas e genes envolvidos na biossíntese de cumarinas hemiterpenóides em Rutaceae estão em desenvolvimento e fornecerão informações adicionais para aumentar os níveis desses compostos e, assim, melhorar a resistência contra fitopatógenos. Um estudo de biossíntese e identificação de enzimas e genes envolvidos exige a comparação dos dados espectrais e reatividade de enzimas com amostras autenticas. Na ausência desses padrões, justifica-se seu isolamento, porém usando para isso a oportunidade para iniciar um jovem estudante à ciência. O isolamento desses padrões permitirá uma boa aprendizagem em cromatografia e espectrometria, além da possibilidade de se encontrar derivados de cumarinas novos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)