Busca avançada
Ano de início
Entree

Geopolímero produzido com resíduo da indústria petroquímica

Processo: 23/05899-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2023
Vigência (Término): 30 de setembro de 2024
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Construção Civil
Pesquisador responsável:Juliana Petermann Moretti Pelissari
Beneficiário:Izabelly Thaynara Miranda Lage
Instituição Sede: Instituto do Mar (IMar). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais alternativos   Materiais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:catalisador gasto | geopolímero | Materiais alternativos | resíduo indústrial | Materiais

Resumo

A indústria da construção civil consome grande quantidade de recursos não renováveis, de energia e gera uma grande quantidade de resíduos. Dentre os materiais mais utilizados nessa indústria, destaca-se o cimento Portland, o qual é responsável pela geração de 8% do total de CO2 gerado no mundo. Nos últimos anos, pesquisadores vêm estudando materiais alternativos que sejam menos poluidores, nesse contexto, destaca-se os geopolímeros. Esses materiais são produzidos através da ativação alcalina de sólidos compostos principalmente por sílica e alumina. Diversos subprodutos e resíduos industriais/agrícolas podem ser utilizados como matéria-prima na formulação dos geopolímeros. Durante o processo de refino do petróleo gera-se como resíduo um catalisador gasto rico em sílica e alumina, conhecido como Ecat. Na Baixada Santista está localizada uma importante refinaria que gera de 20 a 40 toneladas de Ecat por mês, e esse material é descartado em aterros industriais. Buscando dar uma alternativa para esse material, esse estudo irá avaliar o desempenho de matrizes geopoliméricas produzidas com diferentes teores de Ecat em substituição do metaculim. Para tanto, as seguintes etapas serão realizadas: caracterização química e física do Ecat e metacaulim; síntese dos geopolímeros com diferentes teores de Ecat; e caracterização dos geopolímeros obtidos. Espera-se que as matrizes produzidas com o Ecat apresentem propriedades similares e/ou superiores a matriz de referência (sem Ecat). Esse estudo poderá indicar uma alternativa de aplicação e agregar valor ao Ecat gerado na refinaria da Baixada Santista.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)