Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação dietética com aminoácidos funcionais de forma preventiva ou curativa para suínos em crescimento sob desafio sanitário

Processo: 23/08305-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2023
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Luciano Hauschild
Beneficiário:Ismael França
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/15559-7 - Nutrição de precisão para suínos em desafio sanitário em regiões de clima quente, AP.JP2
Bolsa(s) vinculada(s):23/16504-0 - Efeito da suplementação preventiva ou curativa de aminoácidos funcionais no desempenho e na viabilidade económica de suínos em crescimento sob desafio sanitário, BE.EP.DD
Assunto(s):Suínos   Imunometabolismo   Metionina   Resposta imune   Treonina   Triptofano
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Imunometabolismo | Imunonutrição | Metionina | resposta imune | treonina | Triptofano | Nutrição de Suínos

Resumo

A ativação do sistema imune demanda um maior aporte de aminoácidos (AA), sejam estes ingeridos via dieta ou metabolizados a partir dos tecidos musculares. Condições higiênico-sanitárias desafiadoras e fatores estressantes resultam em recorrente indução da resposta imune, que pode ser considerada um dos principais fatores que contribuem para a variação de desempenho dos animais especialmente na fase inicial de crescimento (entre 60-70 dias de idade). Nesse contexto, estratégias nutricionais aminoacídicas capazes de atenuar uma condição de desafio sanitário podem resultar em menor variação de desempenho. Dessa forma, os objetivos desse projeto são (I) avaliar o efeito da suplementação dietética extra de aminoácidos (AA) funcionais (Trp, Tre e Met) fornecida de forma preventiva e/ou curativa no desempenho, composição corporal, respostas fisiológicas e metabólicas de suínos em crescimento sob desafio sanitário; e (II) avaliar o efeito residual da suplementação de AA no ganho de peso e a composição corporal na fase de terminação. Cento e vinte leitões machos inteiros, recém desmamados, oriundos de uma granja com alto padrão de biosseguridade, serão utilizados em dois experimentos (60 suínos/experimento) para avaliar diferentes estratégias de suplementação preventiva com AA funcionais. No Experimento I, 60 leitões serão distribuídos em dois grupos (n=30) de acordo com o peso corporal ao início da fase de crescimento, onde um grupo será alimentado com uma dieta controle (CN, formulada para atender as recomendações do NRC (2012)), enquanto o outro grupo receberá uma dieta com suplementação extra de aminoácidos (AA+, 20% nas relações Trp:Lis, Tre:Lis e Met+Cis:Lis) de forma preventiva durante sete dias. No oitavo dia após o início da suplementação preventiva, os suínos serão distribuídos em blocos casualizados de acordo com o peso corporal em um de quatro tratamentos: leitões alimentados na fase de creche com a dieta CN serão mantidos com a dieta CN (CN/CN; n=15) ou passarão receber a dieta AA+ (CN/AA+, n=15) durante o período de desafio; enquanto os leitões alimentados na creche com a dieta AA+ receberão a dieta CN (AA+/CN, n=15) ou serão mantidos com a dieta AA+ (AA+/AA+, n=15). No Experimento II, sessenta suínos serão distribuídos em dois grupos (n=30) de acordo com o peso corporal após o desmame e, durante toda a fase de creche, um grupo controle será alimentado com a dieta CN, enquanto o outro grupo será alimentado com uma dieta AA+. Ao final da fase de creche os animais serão transferidos para um galpão de crescimento, no qual o peso corporal dos leitões será utilizado para formar blocos completos para distribuição dos animais ao acaso em um de quatro tratamentos, conforme descrito no Experimento I. O desafio sanitário durante a fase de crescimento terá duração de 4 semanas. No início da fase de crescimento (D0), nos experimentos I e II, os animais serão submetidos a um desafio sanitário para mimetizar instalações com condições precárias de higiene, mistura de lotes e inoculação de Salmonella Typhimurium (ST). Após o período de desafio, todos os animais receberão a mesma dieta CN e as instalações limpas diariamente até o final da fase de terminação. Cada tratamento terá 15 repetições e cada animal será considerado a unidade experimental. As variáveis a serem estudadas serão: desempenho zootécnico; comportamento alimentar; composição corporal (avaliada com uso do equipamento de absorciometria por duplo feixe de raio X - DXA); indicadores fisiológicos e metabólicos durante a fase de desafio. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)