Busca avançada
Ano de início
Entree

Rubus coreanus na funcionalização da superfície de implantes: impacto sobre o reparo periimplantar de ratas com deficiência de estrógeno

Processo: 23/11613-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2023
Vigência (Término): 02 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Roberta Okamoto
Beneficiário:Odir Nunes de Oliveira Filho
Supervisor: Kathryn Grandfield
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Local de pesquisa: McMaster University, Canadá  
Vinculado à bolsa:21/12692-0 - Rubus coreanos na funcionalização da superfície de implantes: impacto sobre o reparo periimplantar de ratas com deficiência de estrógeno, BP.IC
Assunto(s):Ósseointegração   Osteogênese   Osteoporose   Próteses e implantes
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:osseointegração | osteogênese | osteoporose | Rubus coreanus | Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

Resumo

O objetivo deste estudo é caracterizar a interface osso/implante por meio de microscopia eletrônica e avaliar a resposta da nano-osseointegração por meio da funcionalização com Rubus coreanus em implantes instalados em ratas submetidas à ovariectomia. Foram utilizadas 64 ratas Wistar adultas jovens. Os grupos experimentais são SHAM CONV, SHAM DMSO, SHAM RC 200, SHAM RC 400, OVX CONV, OVX DMSO, OVX RC 200 E OVX RC 400. Os animais OVX foram submetidos à ovariectomia bilateral, enquanto os animais SHAM tiveram cirurgia fictícia. 30 dias após a ovariectomia e cirurgia fictícia, todos os animais foram submetidos à instalação de implantes na metáfise proximal das tíbias. A superfície dos implantes foi funcionalizada com diferentes concentrações de Rubus coreanus; o grupo controle negativo (SHAM CONV e OXV CONV) teve implantes com superfície convencional, e o grupo controle positivo (SHAM DMSO e OVX DMSO) foi funcionalizado com DMSO (veículo). A eutanásia dos animais ocorreu 28 dias após a instalação dos implantes. Microscopia eletrônica de varredura (SEM), microscopia de feixe de íons focalizados (FIB) e microscopia eletrônica de transmissão (TEM) serão realizadas. Dados qualitativos e quantitativos serão avaliados após a obtenção dos resultados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)