Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades físico-químicas, atividades antibacteriana e antiproteolítica e efeito sobre a estabilização de interfaces adesivas em dentina afetada por cárie de sistemas adesivos modificados por flavonoides

Processo: 23/12052-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2023
Vigência (Término): 30 de novembro de 2027
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Josimeri Hebling Costa
Beneficiário:Juliana Rios de Oliveira
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Odontopediatria   Adesivos dentinários   Cárie dentária   Dentina   Flavonoides   Quercetina   Extrato de sementes de uva   Propriedades físico-químicas   Antibacterianos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adesivos dentinários | Cárie Dentária | dentina | Extrato de sementes de uva | flavonóides | quercetina | Odontopediatria

Resumo

A dentina afetada por cárie (DAC) é um substrato clínico prevalente, o que sinaliza a necessidade de se explorar o manejo e estabilização de procedimentos adesivos neste contexto. Agentes cross-linkers favorecem as propriedades mecânicas do colágeno e inibem a ação de proteases endógenas, preservando sua estabilidade. O tratamento da DAC com flavonoides previamente a procedimentos adesivos tem mostrado ser uma estratégia adequada para melhorar a longevidade de interfaces adesivas. A incorporação de flavonoides a um sistema adesivo poderia reduzir a sensibilidade técnica e etapas clínicas, além de ter efeito antibacteriano local, podendo atuar sobre efeitos deletérios da infiltração marginal por micro-organismos. Assim, esse trabalho busca investigar os efeitos da incorporação dos flavonoides extrato de semente de uva rico em proantocianidinas (GSE) ou quercetina (QU) em sistemas adesivos (autocondicionante e universal) sobre suas propriedades físico-químicas, atividades antibacteriana e antiproteolítica, e efeito sobre a estabilização de interfaces adesivas em DAC. O presente projeto é composto por 3 fases sequenciais. Na primeira fase será realizado o screening de diferentes concentrações dos flavonoides GSE e QU incorporadas a sistemas adesivos (autocondicionante e universal), para avaliar o efeito dessa incorporação em propriedades físico-químicas e mecânicas. Em função dos resultados dessa fase inicial, as melhores concentrações para cada flavonoide (GSE e QU) serão selecionadas para a segunda fase do estudo. Na segunda fase, será avaliada a atividade antibacteriana dos adesivos sobre S. mutans e atividade antiproteolítica sobre metaloproteinases presentes na matriz dentinária. Da mesma forma, a melhor concentração de cada flavonoide será utilizada na última fase, na qual será avaliado o efeito dos sistemas adesivos modificados sobre a estabilidade mecânica, qualidade do selamento marginal e atividade proteolítica da união resina-dentina afetada por cárie. O número de repetições para cada protocolo foi baseado em estudo prévios e será calculado de acordo com dados obtidos na primeira ocasião experimental, podendo ser ajustado para cada protocolo. Os dados serão submetidos a análises estatísticas específicas após verificação do tipo de distribuição amostral (Shapiro-Wilk) e homogeneidade de variâncias (Levene). Inferências estatísticas serão feitas considerando o nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)