Busca avançada
Ano de início
Entree

Função de proteínas transportadoras ABC na resistência do Trypanosoma cruzi ao benznidazol

Processo: 23/14300-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Estímulo a Vocações Científicas
Vigência (Início): 17 de fevereiro de 2024
Vigência (Término): 22 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Lucia Mendonça Previato
Beneficiário:Ana Carolina Rodrigues
Instituição Sede: Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF). Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ministério da Educação (Brasil)
Assunto(s):Benznidazol   Trypanosoma cruzi   Resistência   Proteínas de transporte   Quimioterápicos   Resistência a medicamentos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:benznidazol | Proteínas ABC | proteinas transportadoras | Quimioterápico | Resistência | Trypanosoma cruzi | Bioquímica

Resumo

A doença de Chagas é uma doença negligenciada com diversas vias de transmissão do T. cruzi e atinge milhões de pessoas no mundo. Muitos esforços são realizados para manter a doença sob controle. No entanto, o fenótipo de resistência a fármacos tem sido um obstáculo para a quimioterapia atual da doença de Chagas devido a presença de mecanismos que confere ao parasita resistência ao quimioterápico único (benznidazol) utilizado, atualmente. Entre esses mecanismos, a super-expressão de transportadores ABC (ATP-binding cassete) tem aparecido com frequência no contexto da resistência a fármacos, em doenças parasitárias e no câncer. Embora os primeiros transportadores tenham sido descritos nos anos 90 em tripanossomatídeos, pouco se sabe sobre o seu papel na homeostasia e aquisição de resistência no T. cruzi. O nosso projeto busca expandir o conhecimento sobre transportadores ABC na doença de Chagas, avaliando seu envolvimento na resistência a quimioterapia existente. Com isso, buscamos contribuir para o desenho de novos fármacos e na melhoria do tratamento atual, uma vez que o aumento da expressão de transportadores ABC reduz a eficácia do tratamento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)