Busca avançada
Ano de início
Entree

DETECÇÃO PRECOCE DE ATRASO OU DÉFICITS NEUROMOTORES NOS PRIMEIROS QUATRO MESES DE IDADE DE LACTENTES DE RISCO BIOLÓGICO: estudo longitudinal

Processo: 23/05689-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2024
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Eloisa Tudella
Beneficiário:Monique Maria Silva da Paz
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico precoce   Lactentes   Paralisia cerebral   Recém-nascido prematuro   Neuropediatria
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Diagnóstico precoce | lactente | paralisia cerebral | prematuro | Neuropediatria

Resumo

Introdução: O desenvolvimento motor típico pode ser comprometido por fatores de risco biológico, como a prematuridade, que é considerada a principal causa de mortalidade perinatal e está presente em 1 a cada 10 nascidos-vivos na cidade de São Carlos-SP. A detecção de atraso ou déficits neuromotores é um assunto ainda discutido na comunidade científica, visto que a identificação tardia de morbidades na idade escolar em lactentes de risco biológico. Nesse sentido, é primordial que seja avaliado o desenvolvimento motor de modo qualitativo e quantitativo por serem variáveis preditoras desses atrasos ou déficits neuromotores. Visto posto, é indiscutível a necessidade da detecção precoce de atrasos ou déficits neuromotores em lactentes com risco biológico previamente aos quatro meses de idade, possibilitando a implementação de programas de intervenção precoce e intervenção em períodos de maior neuroplasticidade. Objetivo geral: Detectar precocemente atrasos ou déficits neuromotores nos primeiros quatro meses de idade de lactentes com risco biológico. Metodologia: Serão incluídos 33 lactentes de risco biológico no grupo experimental e 33 lactentes nascidos a termo e saudáveis para compor o grupo controle. É necessário que os pais/responsáveis assinem o Termo de Consentimento Livre Esclarecido e o Termo de Uso de Imagem. Serão excluídos aqueles lactentes os quais os pais não concordarem em assinar os Termos. Os lactentes serão avaliados aos dois, três e quatro meses de idade e reavaliados aos 6 meses. Os lactentes prematuros terão a idade corrigida. Além da ficha de Identificação Responsável-Lactente, três instrumentos de avaliação serão utilizados: a Hammersmith Infant Neurological Examination (HINE), o General Movements Assessment (GMA) e o Infant Motor Profile (IMP). Considerando as faixas etárias abordadas pelos instrumentos, a pesquisadora irá aplicar o GMA e HINE na primeira avaliação. A pesquisadora irá aplicar a HINE, GMA e IMP na segunda e terceira avaliação. Por fim, na última avaliação, a pesquisadora irá aplicar a HINE e o IMP. A coleta de dados ocorrerá no local de preferência dos pais, seja o ambiente domiciliar ou no Laboratório de Pesquisas e Análise do Movimento, do Departamento de Fisioterapia na Universidade Federal de São Carlos. A análise estatística será por meio do Teste T de amostras independentes e ANOVA de medidas repetidas se passível de testes paramétricos. Para tanto, será utilizado o programa Statistical Package for the Social Sciences versão 20 e será adotado o nível de significância de 5%. Resultados esperados: Espera-se evidenciar a relevância do diagnóstico precoce por meio da detecção de atrasos ou déficits neuromotores em lactentes com risco biológico. Além disso, mensurar qual instrumento de avaliação é mais eficaz para detectar precocemente os atrasos ou déficits neuromotores sem a associação de ressonância magnética.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)