Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia Cell-free: entrega de vesículas extracelulares derivadas de células-tronco mesenquimais (MSCs-EVs) encapsuladas com biomaterial para melhorar o reparo do músculo esquelético e reduzir a fibrose.

Processo: 23/17660-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2024
Vigência (Término): 30 de setembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Roberta Sessa Stilhano Yamaguchi
Beneficiário:Luana de Mambro
Supervisor: Jonathan Kent Leach
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:22/07471-8 - Terapia gênica in vivo em modelo murino de lesão, a partir de um vetor lentiviral carreando o receptor solúvel de TGF²-1, visando a redução da fibrose do músculo esquelético durante o reparo muscular., BP.MS
Assunto(s):Biomateriais   Terapia baseada em transplante de células e tecidos   Terapia genética   Vesículas extracelulares
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biomateriais | Células tronco mesenquimais (MSCs) | Plga | terapia celular | terapia genica | vesículas extracelulares | Terapia gênica e terapia celular

Resumo

Lesões musculares, variando de distensões leves a traumas graves, passam por um processo de reparo bem definido que envolve fases de degeneração, inflamação, regeneração e remodelamento. No entanto, lesões extensas podem sobrecarregar esse processo, levando à perda volumétrica de músculo (LCMV), caracterizada por músculo disfuncional e tecido fibroso. Notavelmente, até mesmo uma perda de 10-20% na massa muscular pode resultar em uma redução substancial da força. Este projeto de pesquisa foca em estratégias terapêuticas inovadoras para abordar a LCMV, explorando especificamente os papéis do fator derivado do estroma 1 (SDF-1), do Fator de Crescimento Transformador-beta 1 (TGFB-1), das Células-Tronco Mesenquimais (MSCs) e de suas Vesículas Extracelulares (EVs). O SDF-1, conhecido por seu impacto nos processos celulares, surge como um candidato promissor para promover a migração, proliferação e sobrevivência de células-tronco progenitoras cruciais para a reparação muscular eficaz. Por outro lado, o TGFB-1, um gatilho para fibrose, motiva a necessidade crítica de investigar construções projetadas para contrariar seus efeitos. Este estudo propõe utilizar EVs derivadas de MSCs projetadas, superexpressando SDF-1 ou sTBRII (um construto que inibe os efeitos do TGFB-1), encapsuladas em nanosferas de biomateriais PLGA com diferentes taxas de degradação, para permitir a liberação controlada e avaliar seu impacto em mioblastos e fibroblastos. Metodologicamente, o projeto envolve a produção de lentivector, cultura celular, pré-condicionamento de EV, isolamento e caracterização, bem como a criação de biomateriais com diferentes tempos de degradação. Os objetivos do estudo estão alinhados com a necessidade urgente de terapias eficazes para a PVM, uma preocupação global ligada a traumas. Uma análise estatística rigorosa, incluindo testes para distribuição normal e considerações de significância, garantirá uma avaliação abrangente das intervenções propostas. Em conclusão, este projeto de pesquisa oferece um plano abrangente para explorar o potencial terapêutico de duas abordagens derivadas de MSC para melhorar o reparo de lesões musculares e reduzir a fibrose.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)