Busca avançada
Ano de início
Entree

Peptidômica e estudo de docking molecular in sílico referente ao potencial bioativo de peptídeos provenientes da digestão de queijo de cabra elaborados com diferentes culturas autóctones: PEPGOAT

Processo: 23/15034-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2024
Vigência (Término): 10 de janeiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Teresa Bertoldo Pacheco
Beneficiário:Maria Teresa Bertoldo Pacheco
Pesquisador Anfitrião: Maria Manuela Estevez Pintado
Instituição Sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Católica Portuguesa, Porto (UCP), Portugal  
Vinculado ao auxílio:17/50349-0 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Biologia computacional   Digestão in vitro   Espectrometria de massas   Peptídeos bioativos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bioinformática | digestão in vitro | Espectrometria de massas | peptídeos bioativos | Peptídeos bioativos

Resumo

Este projeto representa uma etapa relevante do projeto "Queijo caprino artesanal: novo produto de interesse funcional e econômico" da FAPESP N.2019/23896-6, cujo recurso para a bolsa PBE foi previsto dentro do projeto "Programa de Desenvolvimento dos Institutos de Pesquisa-PDIP" proc. 2017/50349-0. Pretende ser realizado no Centro de Biotecnologia e Química Fina (CBQF) junto a Dra. Maria Manuela Esteves Pintado, da Universidade Católica Portuguesa na cidade do Porto pelo período de 70 dias, visto a expertise do grupo relacionada a peptidômica de produtos lácteos. A proposta visa realizar a peptidômica do produto da digestão in vitro, dos queijos de cabra adicionados de diferentes culturas autóctones, com e sem tratamento térmico e avaliar a influência dos tratamentos na formação dos peptídeos. As culturas lácteas adicionadas ao processo ocasionam proteólise na matriz em função de suas enzimas específicas, ao longo do tempo de maturação (60 dias). Posteriormente, essa proteólise inicial será intensificada pela ação das enzimas do trato gastrointestinal, durante a digestão simulada in vitro. Os peptídeos com peso molecular reduzido (>3000 Da) terão os aminoácidos sequenciados por massas, para posterior identificação de sequências bioativas usando bioinformática. Finalmente a interação com marcadores oxidativos (espécies reativas de oxigênio e ROS) e outras enzimas metabólicas (ECA, b-galactosidase) para os quais apresentarem potencial bioativo serão projetadas por docking molecular. Espera-se que ao final do período de posse aos resultados seja redigido um artigo científico para publicação em revista de elevado fator de impacto, com a equipe portuguesa. Assim como, estar habilitada nas metodologias de peptidômica, ferramentas de bioinformática e docking molecular para difundir aos pesquisadores e alunos brasileiros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)