Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da morbimortalidade associada às transfusões sanguíneas perioperatórias em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca

Processo: 23/09571-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Nelson Americo Hossne Junior
Beneficiário:Luis Felipe Ferraz de Oliveira
Instituição Sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Complicações   Efeitos adversos   Cardiovascular
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cirurgias cardíacas | Complicações | Efeitos adversos | Transfusões sanguíneas | uso indiscriminado | Cardiovascular

Resumo

As transfusões sanguíneas são amplamente utilizadas como recurso terapêutico em diversas situações clínicas, incluindo cirurgias cardíacas. No entanto, evidências sugerem que, muitas vezes, as transfusões são administradas em excesso e sem indicação precisa, o que pode acarretar efeitos adversos e complicações para o paciente. Nesse contexto, é essencial encorajar a redução do uso indiscriminado de transfusões sanguíneas, buscando evidências científicas que apoiem a melhor tomada de decisão clínica. Especificamente nas cirurgias cardíacas, é crucial compreender como as transfusões sanguíneas podem afetar o resultado transoperatório dos pacientes. Existem fatores específicos que podem potencializar os efeitos negativos das hemotransfusões, como o volume e o tipo de hemocomponente utilizado durante o procedimento cirúrgico. Portanto, é necessário estudar essa relação para identificar os impactos das transfusões sanguíneas e desenvolver diretrizes mais eficazes e seguras para o uso dessas terapias em cirurgias cardiovasculares. O objetivo deste estudo é examinar a relação entre a administração de hemocomponentes durante o período intraoperatório de cirurgias cardíacas, considerando o volume e o tipo de hemocomponente utilizado, e os desfechos clínicos, como tempo de internação, risco de infecção, necessidade de reintervenção cirúrgica, fibrilação atrial pós-operatória, sangramento, uso de droga vasoativa e mortalidade. Além disso, serão considerados fatores confundidores que possam influenciar os resultados. Serão coletadas informações de 50 pacientes submetidos a cirurgias cardíacas no Hospital São Paulo (HSP), pela Disciplina de Cirurgia Cardiovascular da Escola Paulista de Medicina (EPM), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), durante o ano de 2023. As informações serão obtidas do prontuário eletrônico do paciente, mediante a autorização do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) e responsável pelo setor. A coleta de dados incluirá informações demográficas para caracterização da amostra, como sexo, etnia, escolaridade, histórico familiar de doenças e medicamentos utilizados. Além disso, serão coletadas as variáveis dependentes (VD) e variáveis independentes (VI) para análise da associação entre hemocomponentes e desfechos clínicos, além de possíveis fatores confundidores para essa associação. As VI analisadas serão o tipo de hemocomponente transfundido e o volume de hemocomponente transfundido. Já as VI consideradas como possíveis fatores confundidores incluirão a presença de diabetes, fração de ejeção ventricular esquerda, anemia pré-operatória, tempo de internação prévia, uso e tempo de circulação extracorpórea (CEC) durante a cirurgia, índices de riscos operatórios (como STS score II e EUROSCORE) e equipe cirúrgica. As VDs analisadas serão o tempo de internação, infecção de ferida operatória, necessidade de reintervenção cirúrgica, mortalidade, fibrilação atrial pós-operatória, sangramento e uso de droga vasoativa. Esses desfechos permitirão avaliar os impactos das transfusões sanguíneas na evolução clínica dos pacientes submetidos a cirurgias cardíacas. Os resultados obtidos serão fundamentais para melhorar as práticas médicas relacionadas ao uso de transfusões sanguíneas em procedimentos cardiovasculares, contribuindo para a definição de diretrizes mais eficazes e seguras. Espera-se que essa pesquisa promova uma compreensão mais clara do impacto das transfusões sanguíneas na evolução clínica dos pacientes e auxilie na tomada de decisões clínicas mais embasadas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)