Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional de proteínas Wnts em ilhotas de camundongos e de humanos: papel na expansão da massa de células beta e na secreção de insulina durante o diabetes mellitus tipo 2.

Processo: 23/11004-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Fixação de Jovens Doutores
Vigência (Início): 01 de setembro de 2023
Vigência (Término): 31 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Acordo de Cooperação: CNPq
Pesquisador responsável:Helena Cristina de Lima Barbosa
Beneficiário:Daniela Aparecida Maschio
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:23/01572-0 - Caracterização funcional de proteínas Wnts em ilhotas de camundongos e de humanos: papel na expansão da massa de células beta e na secreção de insulina durante o Diabetes Mellitus tipo 2, AP.R
Assunto(s):Células secretoras de insulina   Diabetes mellitus tipo 2   Pâncreas endócrino   Proteínas Wnt   Secreção de insulina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Células Beta | Diabetes Mellitus tipo 2 | ilhotas hiperplásicas | Pâncreas Endócrino | proteínas Wnt | Secreção de Insulina | Histologia do pâncreas endócrino

Resumo

A redução da massa e a disfunção secretora das células beta são fatores determinantes na patogênese do DM2.Assim, uma melhor compreensão dos mecanismos que regulam a massa e a função secretora das células betasustentará estratégias para a manutenção apropriada da glicemia e para o desenvolvimento de novas terapiaspara o DM2. Neste contexto, as proteínas da família Wnt são de particular interesse, pois observamos que: 1) amaioria dos 19 mRNAs de Wnts existentes em mamíferos são expressos em ilhotas de humanos e decamundongos; 2) a expressão gênica das Wnts 3a e 5b está aumenta significativamente em ilhotas hiperplásicasde camundongos pré-diabéticos em comparação com ilhotas não hiperplásicas de camundongos saudáveis; 3)proteínas Wnts secretadas por ilhotas hiperplásicas ou não hiperplásicas induzem aumento significativo naproliferação de células beta MIN6 (mouse inlulinoma-6); e 4) os receptores Frizzled (Fz4 e Fz9), alvos das Wnts,têm expressão gênica regulada positivamente em ilhotas hiperplásicas de doadores obesos não diabéticos. Essasimportantes observações sustentam esta proposta de projeto de pesquisa, que visa estabelecer o papel dasproteínas Wnts e as vias de sinalização utilizadas por essas proteínas nas ilhotas, tendo como os principaisobjetivos: 1) a quantificação de mRNAs dos 19 subtipos de Wnts e de elementos chaves da sinalização Wnt emilhotas de camundongos e de humanos com DM2 e saudáveis; 2) a identificação de quais tipos celulares na ilhotaque expressam/secretam Wnts; 3) a caracterização dos efeitos das proteínas Wnts na regulação da massa decélulas beta e na secreção de insulina em ilhotas isoladas de humanos e de camundongos em condições in vitro;e 4) a identificação das vias de sinalização utilizadas pelas proteínas Wnts nas células beta em condições in vitro.Este projeto promoverá um forte programa de pesquisa colaborativa entre pesquisadores da UNICAMP e doKing's College London, e os resultados obtidos com a definição do papel das Wnts nas ilhotas pancreáticaspoderão apoiar pesquisas sobre terapias que visam otimizar da capacidade funcional das células beta.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)