Busca avançada
Ano de início
Entree

BiocinBR: Plataforma de pesquisa em bacteriocinas para combater patógenos resistentes a antimicrobianos de prioridade crítica no Brasil

Processo: 23/18292-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2024
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2027
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Nilton Erbet Lincopan Huenuman
Beneficiário:Zuleyma Johana Becerra Tellez
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/10599-3 - Instituto Paulista de Resistência aos Antimicrobianos (Projeto ARIES), AP.CEPID
Assunto(s):Anti-infecciosos   Bioatividade   Bacteriocinas   Biodiversidade   Genômica   Bioprospecção
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Antimicrobianos | Atividade biológica | bacteriocinas | Biodiversidade | Genômica | Bioprospecção

Resumo

Bacteriocinas são peptídeos ribossômicos com estrutura altamente diversas, produzidas por algumas linhagens bacterianas, com atividade antimicrobiana. Na procura de alternativas terapêuticas contra patógenos multirresistentes (MDR), a pesquisa em bacteriocinas tem aumentado o interesse da comunidade científica, incorporando recentemente estratégias baseadas em genômica, proteômica e engenharia genética. A biodiversidade presente em ecossistemas não impactados pode representar uma fonte rica e versátil para a bioprospecção destas moléculas. O presente projeto objetiva a construção de uma plataforma de pesquisa em bacteriocinas com potencial aplicação contra patogenos resistentes aos antimicrobianos, incluindo clones internacionais de bactérias resistentes circulando no Brasil, e espécies de Candida resistentes aos antifúngicos. Como estratégia, bactérias isoladas da biodiversidade de ecossistemas brasileiros não impactados, incluindo ambientes marinhos, mangue, e herpetofauna do Cerrado e da Mata Atlântica, serão triadas para avaliar a produção de bacteriocinas contra uma coleção de espécies de bactérias Gram-positivas e Gram-negativas com mecanismos de resistências de importância médica (i.e., MRSA, VRE, CTX-M, NDM, KPC, OXA, IMP, VIM, SPM, BKC, GES), e fungos clinicamente importantes, previamente caracterizados por sequenciamento do genoma completo. A identificação das espécies produtoras de bacteriocinas será realizada por Maldi-Tof, para a criação de um BioBanco. Subsequentemente será realizado o sequenciamento do genoma completo para identificar os clusters de genes de biossíntese das bacteriocinas, e seu contexto genético para construção de recombinantes que serão testados em modelos alternativos como Galleria mellonella. Toda esta informação será incorporada na plataforma "BiocinBR", que será construída para ser publicamente disponível dentro do domínio OneBR (www.onehealthbr.com). Para bacteriocinas com maior espectro antibacteriano será realizada uma caracterização bioquímica, química e físico-química, para identificar o principio ativo, e avaliar sua estabilidade biológica para potencial aplicação clínica, visando à criação de um produto/processo de inovação tecnológica a ser patenteado.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)