Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão gênica das proteínas anexina 1 e galectina 1 em pólipos nasais

Processo: 02/09022-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2002
Vigência (Término): 31 de outubro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Paula Rahal
Beneficiário:Juliana Maria de Mattos Farhat
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Pólipos nasais   Anexina A1   Galectina 1   Expressão gênica

Resumo

A polipose nasossinusal é uma doença relativamente comum, porém sua fisiopatologia ainda permanece desconhecida, sendo que a degeneração da mucosa nasal que lhe é característica está provavelmente correlacionada com diferentes entidades clínicas e etiopatogênicas. Podemos defini-la como um edema não neoplásico da múcosa nasal, que geralmente se origina no meato médio e seio etmoidal, prolapsando-se para a cavidade nasal. Os pólipos nasais parecem ser tecidos em que há uma regulação de células fagocitárias e células imunocompetentes, como células B e imunócitos, e, mais importante, há um aumento significativo no número de eosinófilos e mastócitos. Diante do fato de que os mastócitos exercem um papel importante na migração dos eosinófilos e que ambas as células estão efetivamente presentes nos pólipos nasais, investigaremos a expressão gênica quantitativa de dois mediadores liberados pelos mastócitos: a Anexina 1 e a Galectina 1, em pólipos nasais de pacientes atópicos e não atópicos, antes e após tratamento com glicocorticóides. (AU)