Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos pelos quais os antígenos derivados de Microbacterium tuberculosis modificam a severidade da encefalomielite experimental autoimune

Processo: 99/11536-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Leonilda Maria Barbosa dos Santos
Beneficiário:Alexandre Escamez Goes
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Autoimunidade   Encefalomielite autoimune experimental   Proteínas básicas da mielina

Resumo

A Encefalomielite Experimental Autoimune ê um modelo de doença autoimune do Sistema Nervoso Central mediada por células T CD4 + e apresenta muitos aspectos clínicos e histológicos em comum com a Esclerose Múltipla humana, sendo portanto, utilizada para o estudo da mesma. Muitos trabalhos vêm demonstrando o envolvimento das células T TCR gd na modulação desta doença. Sabe-se também que estas células T gd são normalmente ativadas por antígenos derivados de microbactérias, heat-shock protein, PPD ou seus peptídeos. Portanto, o objetivo do presente trabalho é estudar os mecanismos que estão envolvidos na proteção da EAE com o prévio tratamento com os antígenos derivados de microbactérias. (AU)