Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise proteômica do hipotálamo: efeito do consumo de dieta hiperlipídica na expressão de proteínas envolvidas na regulação da homeostase energética

Processo: 08/00237-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Eliane Beraldi Ribeiro
Beneficiário:Monica Marques Telles
Instituição-sede: Departamento de Fisiologia. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O hipotálamo é o centro integrador das múltiplas influências que interagem no controle da ingestão de alimentos realizada pelo SNC. A regulação homeostática, que visa a promover o equilíbrio de energia e nutrientes corporais, é influenciada pelos aspectos hedônicos, ligados ao prazer do alimento, o que pode estar associado à alta prevalência atual de obesidade, frente à grande oferta de alimentos palatáveis ricos em gordura e energia. É reconhecida a participação de dietas hiperlipídicas na obesidade e, não apenas o teor calórico, mas também a composição de ácidos graxos parece ser relevante na determinação dos efeitos deletérios do excesso de gordura. Há evidências de que os ácidos graxos saturados estejam entre os mais envolvidos na gênese da obesidade. A composição da dieta moderna é fator relevante na determinação do crescimento da obesidade, mas pouco se sabe sobre as consequências que alterações dietéticas específicas têm sobre os mecanismos centrais de controle da ingestão. O presente projeto pretende contribuir para este campo. Propomos realizar uma análise ampla dos efeitos de manipulações da dieta, realizando a análise proteômica do hipotálamo, para verificar se o consumo prolongado de dietas hiperlipídicas afeta diferencialmente a expressão proteica nesta região que tem papel essencial no controle da ingestão. Alterações na expressão de proteínas no SNC podem refletir mecanismos ligados à regulação de respostas fisiológicas/fisiopatológicas e comportamentais. Através da avaliação do complemento proteico do hipotálamo de animais que consumiram dieta hiperlipídica acreditamos poder identificar importantes mediadores centrais envolvidos na fisiopatologia das alterações promovidas por estas dietas. (AU)