Busca avançada
Ano de início
Entree

Lipid droplet: possíveis plataformas dinâmicas de integração de processos redox envolvendo NADPH oxidase vascular

Processo: 09/51165-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Francisco Rafael Martins Laurindo
Beneficiário:Thalita Balsamo Abrahão
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54764-6 - Regulação da homeostase redox e resposta integrada a estresse pela dissulfeto isomerase protéica (PDI): mecanismos e papel na fisiopatologia e terapêutica de doenças vasculares, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):12/23361-6 - Convergência funcional entre lipid droplets, NOX4 e o sistema proteasoma-ubiquitina durante estresse do retículo endoplasmático em células musculares lisas vasculares, BE.EP.PD

Resumo

Lipd droplets ("corpúsculos lipídicos") são compartimentos celulares dinâmicos, altamente regulados e com rica composição protéica, incluindo chaperonas redox como a PDI (reguladora da NADPH oxidase) e GTPases. Nossa hipótese é que LD sejam um compartimento celular de importância como plataformas dinâmicas integrativas de processos redox associados à NADPH oxidase(s) em células vasculares, em aspectos envolvendo tráfego, armazenamento, ativação/inativação e adaptação a programas fisiológicos específicos. Os objetivos específicos deste projeto são: (1) Investigar número e morfologia de LD em células musculares lisas vasculares (VSMC) em resposta a estímulos que sabidamente ativam distintas isoformas do complexo NADPH oxidase ou afetam distintos aspectos de sua regulação; (2) Investigar (na condição basal e após intervenções selecionadas a partir do objetivo 1) se LD isoladas de VSMC apresentam produção de ROS e atividade NADPH oxidase; (3) Investigar a presença em LD de proteínas relevantes à regulação da NADPH oxidase, bem como de mRNA codificando as isoformas Nox1 e Nox4, avaliando se o silenciamento ou superexpressão da PDI pode modificar uma eventual captação de Nox(es) por LD; (4) Avaliar se uma redução de LD causada por silenciamento de proteínas essenciais à formação de LD promove mudanças no perfil de ativação e localização subcelular da NADPH oxidase e resposta funcional a estímulos. Estes resultados poderão evidenciar um mecanismo inteiramente novo e relevante de regulação de processos redox e estresse oxidativo celular associados à NADPH oxidase vascular. (AU)