Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da proteína quiescina sulfidril oxidase (QSOX) no direcionamento funcional da resposta imune na aterosclerose

Processo: 05/51846-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2005
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francisco Rafael Martins Laurindo
Beneficiário:Claudia Roberta de Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

A QSOX é uma sulfidril oxidase da super-família da tiorredoxina. Nosso grupo identificou, recentemente, sua expressão no sistema vascular. A QSOX participa na regulação redox e em mecanismos de apoptose. Mostramos aumento de QSOX em micropartículas (MP) no plasma de portadores de DAC. As MP são estruturas vesiculares com várias funções postuladas, inclusive imunomodulação. A função sinalizadora das MP contendo a enzima QSOX não é clara, pois ainda não são conhecidos os efeitos dessa enzima sobre células vasculares e sua participação na fisiopatologia da resposta vascular à aterosclerose. Vários estudos mostram expressão de QSOX em tecidos que envolvem imunotolerância, como p.ex., leite materno, clara do ovo e sêmen. A ativação de resposta imune celular parece estar envolvida na gênese e na modulação de vários aspectos fisiopatológicos da aterosclerose, porém diversas questões ainda não foram esclarecidas. A nossa hipótese é que a atividade redox da QSOX nos corpos apoptóticos, no microambiente onde eles estão localizados, esteja envolvida nos mecanismos de tolerância imunológica dos linfócitos T a antígenos relacionados à LDL modificada no processo de aterogênese. O objetivo do presente trabalho será estudar a participação da QSOX no direcionamento funcional da resposta de linfócitos T, in vitro, a antígenos associados à apoB-100, a principal proteína da LDL, em indivíduos sadios e portadores de aterosclerose coronariana. Linfócitos T serão expostos in vitro a peptídeos antigênicos derivados da apo-B da LDL oxidada e a resposta de ativação mensurada na ausência e presença de QSOX purificada ou MP contendo QSOX. (AU)