Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem in silico da permeabilidade da barreira hematoencefálica para a avaliação de candidatos a novos fármacos

Processo: 08/09781-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Adriano Defini Andricopulo
Beneficiário:Alexandre Estêvão Carrara
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacocinética   Desenvolvimento de fármacos   Planejamento de fármacos   Análise in silico   Relação quantitativa estrutura-atividade   ADME

Resumo

Propriedades inapropriadas de ADME, que se referem aos processos farmacocinéticos de absorção (A), distribuição (D), metabolismo (M) e excreção (E), têm sido identificados como as principais causas do insucesso de candidatos a fármacos em estágios avançados de desenvolvimento clínico. As ferramentas modernas de modelagem in silico de propriedades farmacocinéticas estão integradas ao processo de planejamento de fármacos, sendo de extremo valor na identificação, seleção e otimização de novas entidades químicas candidatas a fármacos. As propriedades farmacocinéticas podem ser estudadas através do uso de métodos in silico, como as relações quantitativas entre a estrutura e atividade (QSAR), ou estrutura e propriedade (QSPR), entre outros. O presente projeto de iniciação científica tem como objetivo fundamental estudar as relações quantitativas entre a estrutura química e a propriedade farmacocinética permeabilidade da barreira hematoencefálica, de extrema importância no planejamento de candidatos a novos fármacos que atuam no sistema nervoso central. Para a realização deste objetivo, conjuntos padrões de dados serão organizados para a propriedade farmacocinética de interesse, contendo a informação qualificada sobre a estrutura química e a permeabilidade da barreira hematoencefálica. O conjunto de dados criado formará a base científica para o desenvolvimento dos modelos preditivos empregando métodos e abordagens de modelagem in silico de propriedades de ADME. O objetivo final deste trabalho é gerar modelos in silico com elevada consistência interna e bom poder de predição da propriedade alvo para a identificação e otimização de candidatos com alto potencial de desenvolvimento terapêutico. (AU)