Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de células fotoeletroquímicas flexíveis

Processo: 00/03086-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2000
Vigência (Término): 30 de junho de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Marco-Aurelio de Paoli
Beneficiário:Claudia Longo
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

As células fotoeletroquímicas regenerativas são constituídas por um filme nanoestruturado de um óxido semicondutor modificado com um corante fotosensibilizador. No processo de conversão de energia, o corante absorve fótons e injeta elétrons na banda de condução do semicondutor. Os portadores de carga se difundem através do filme até atingir o circuito externo, enquanto o sensibilizador e regenerado por um par redox presente no eletrólito. A proposta para este trabalho consiste em desenvolver células fotoeletroquímicas regenerativas de filme nanoporoso de óxidos semicondutores que sejam flexíveis e totalmente sólidas. Para obter flexibilidade, pretende-se utilizar os eletrodos "plásticos" ITO-PET, ou seja, um filme fino condutor de óxido de índio e de estanho depositado sobre um filme de poli (tereftalato de etileno). A substituição do eletrólito liquido por um polimérico tem por finalidade resolver os problemas decorrentes da evaporação do eletrólito e da possibilidade de vazamentos, que comprometem o funcionamento e a durabilidade das células. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE PAOLI‚ M.A.; NOGUEIRA‚ AF; MACHADO‚ DA; LONGO‚ C. All-polymeric electrochromic and photoelectrochemical devices: new advances. Electrochimica Acta, v. 46, n. 26, p. 4243-4249, 2001.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.