Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas perpectivas do tratamento térmico para o controle de raquitismo em toletes de cana-de-açúcar

Processo: 04/15584-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Alfredo Seiiti Urashima
Beneficiário:Daniel da Costa Spire Netto
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Raquitismo das soqueiras

Resumo

O Raquitismo-das-soqueiras, causada pela bactéria Leifsonia xyli subsp. xyli, é considerada a principal doença da cultura devido à dificuldade de visualização de seus sintomas no campo mas que pode reduzir a produtividade em até 31%. Para seu controle, dois são os métodos empregados: cultura de meristema e tratamento térmico. Em ambos os tratamentos, no entanto, o controle não é total. Além disso a cultura de meristema apresenta algumas vezes variação indesejável do material genético e alto custo de implantação do laboratório. No térmico, a exposição prolongada ao calor reduz a germinação do material propagativo. Alterações de ajuste de temperatura e adição de reagentes à água obtiveram bom controle de diferentes fitopatógenos, sem a desvantagem da perda de germinação. O objetivo do presente trabalho visa otimizar o tratamento térmico, que é o método de controle mais empregado para o raquitismo-das-soqueira no Brasil, com as adaptações já bem sucedidas contra outras bactérias, que possibilitem um maior controle do patógeno, sem no entanto as consequências danosas na germinação do material propagativo. (AU)