Busca avançada
Ano de início
Entree

A psicanálise do marketing e o fetichismo das imagens: um estudo das formas na subjetividade na sociedade contemporânea

Processo: 00/10330-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2000
Vigência (Término): 31 de julho de 2004
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Raul Albino Pacheco Filho
Beneficiário:Isleide Arruda Fontenelle
Instituição-sede: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Social. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O projeto se propõe a realizar uma pesquisa sobre as práticas do marketing, especialmente em duas de suas sub-áreas - pesquisa e relações públicas - partindo do pressuposto de que elas são capazes de revelar o sujeito que está sendo forjado pela forma atual do capital. A opção por um estudo das formas da subjetividade a partir de uma análise das práticas do marketing se deu na medida em que estas se constituem num apoio concreto para uma discussão teórico- crítica sobre as novas formas de representação da realidade que alimentam o debate contemporâneo sobre se vivemos ou não numa "sociedade das imagens", vislumbrando-se aí como e porque o marketing tem se tornado um poderoso agente socializador e quais os desafios sociais que isso traz. Toma-se como fio articulador teórico a categoria "fetiche", assumindo-se que esta se constitui num conceito chave para que se possa compreender a sociedade contemporânea completamente permeada pela forma-valor e, nesse sentido, explicitar a dinâmica das ilusões contemporâneas que alimentam, o mundo do "faz-de-conta" das imagens publicitárias. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.