Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação transcricional do gene supressor de tumor RECK

Processo: 00/01021-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Regina Maki Sasahara
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:95/09344-4 - Ataque molecular ao controle da proliferação celular e origem de neoplasias, AP.TEM

Resumo

O isolamento de clones revertentes a partir de fibroblastos transformados com v-Ki-ras após transfecção de uma biblioteca de expressão de cDNA de fibroblasto normal, tem possibilitado a obtenção de sequências gênicas importantes envolvidas na transformação celular. Esta estratégia permitiu o isolamento de um cDNA que codifica uma nova glicoproteína de membrana, denominada RECK. A proteína RECK possui atividade anti-invásiva através da regulação negativa da metaloproteinase-9, uma enzima chave envolvida em processos de invasão tumoral. A expressão de RECK é ubíqua em tecidos normais; por outro lado, não se detecta a sua expressão em linhagens celulares tumorais ou em fibroblastos transformados por diversos oncogenes. Durante o doutorado, analisou*se a regulação da expressão do gene RECK na transformação maligna; isolou-se e caracterizou-se o promotor do gene RECK de camundongo em termos de sua regulação basal e supressão pelo oncogene Ha-ras. Este projeto tem como objetivo dar continuidade ao estudo da regulação transcricional do gene RECK, contribuindo, assim, para o entendimento dos mecanismos envolvidos na transformação maligna e para o desenvolvimento de novas estratégias para a terapia anti-tumoral. (AU)