Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel imunomodulador das proteínas Yops secretadas por Yersinia pseudotuberculosis na ativação de linfócitos B

Processo: 00/10630-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2001
Vigência (Término): 30 de novembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Beatriz Maria Machado de Medeiros
Beneficiário:Jose Mario Lourenco Maia
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Imunomodulação   Infecção experimental   Yersinia pseudotuberculosis   Linfócitos B   Modelos animais

Resumo

As proteínas "Yops" formam uma família de proteínas secretadas por Yersinia spp. que incluem seis efetores intracelulares identificados até o momento (YopE, YopH, YopM, YopO/YpkA, YopP/YopJ e YopT) e vários componentes do aparato de secreção-translocação que são liberados pela bactéria sob quelação de Ca2+. Estas proteínas conferem ao patógeno a capacidade de resistir à resposta imune inespecífica do hospedeiro. Neste projeto pretendemos investigar o papel imunomodulador das "Yops" secretadas por amostras de Yersinia pseudotuberculosis sobre a ativação de linfócitos B. Para tanto, camundongos serão infectados com uma amostra selvagem de YpIII e com amostras mutantes, defectivas na secreção de determinadas "Yops" efetoras (YopH, YopE, YopM, YpkA e YopJ). Serão obtidas células esplênicas destes animais, e as células secretoras de imunoglobulinas inespecíficas e específicas serão quantificadas através do teste ELISPOT. Serão também detectados anticorpos específicos anti-Yersinia no soro dos animais infectados, através do teste ELISA. (AU)