Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização de ensaios biológicos para avaliação da eficácia da terapia gênica com endostatina conjugada a imunoterapia com IL-2 em modelo de carcinoma renal matástico

Processo: 06/58194-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Maria Helena Bellini Marumo
Beneficiário:Flávia Gomes de Góes Rocha
Instituição-sede: Departamento de Medicina. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunoterapia   Terapia genética   Neoplasias renais   Metástase   Interleucina-2   Endostatinas   Bioensaio

Resumo

A endostatina, um fragmento carboxi-terminal do colágeno XVIII, é um potente agente inibidor da angiogênese. Sabe-se ainda que a endostatina recombinante humana e murina, inibem especificamente a proliferação e a migração de células endoteliais e apresentam um efeito supressor do crescimento de tumores primários e metastáticos. O processo de angiogênese, ou seja, o brotamento de novos capilares a partir de vasos sangüíneos pré-existentes, é importante em diversos processos fisiológicos e também em algumas situações patológicas. Por outro lado, a angiogênese representa um papel fundamental na progressão de metástase tumoral e existe, atualmente, um interesse crescente na pesquisa e utilização de agentes antiangiogênicos para inibição desses tumores. A terapia antiangiogênica apresenta características que a torna uma opção atrativa para o tratamento de tumores sólidos. A interleucina-2 (IL-2), uma glicoproteína secretada por linfócitos T ativados, tem o papel de induzir e ativar células T e NK, além de participar da liberação de citocinas como Interferon-alfa (IFN-alfa), fator de Necrose Tumoral (TNF), Fator estimulador de colônias de macrófagos e granulócitos GM-CSF, IL-1 e IL-6. Neste projeto, pretende-se avaliar a eficácia do tratamento conjugado com IL-2 e endostatina recombinante em modelo murino de metástase renal. (AU)