Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da rugosidade superficial e caracterização das partículas de carga de resinas compostas de baixa contração

Processo: 09/52328-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Marcelo Giannini
Beneficiário:Rafael Rocha Pacheco
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resinas compostas   Rugosidade   Microscopia   Restauração dentária   Polimerização

Resumo

A tensão de contração das resinas compostas restauradoras é gerada a partir da reação de polimerização e pode produzir efeitos indesejáveis às margens da restauração e à estrutura dental adjacente. Uma tentativa para reduzir os problemas relacionados à contração de polimerização tem sido o desenvolvimento das resinas compostas que apresentam menor contração que os compósitos tradicionais, tanto pela modificação de sua matriz orgânica quanto pelo tipo e quantidade de partículas de carga, e uma alteração nessa composição podem influenciar diretamente na rugosidade superficial dessas resinas compostas após os procedimentos de acabamento e polimento. O objetivo desse estudo será avaliar quatro sistemas restauradores quanto: à rugosidade superficial após o acabamento/polimento, análise da superfície polida em microscopia eletrônica de varredura (MEV) e às características das partículas de carga. Os compósitos restauradores a serem avaliados compreendem duas resinas compostas denominadas de baixa contração (Filtek P-90, 3M ESPE e Aelite LS, Bisco Inc.) e duas resinas compostas de formulações tradicionais (Heliomolar e Tetric N-Ceram, Ivoclar Vivadent). Os sistemas de acabamento e polimento utilizados que serão utilizados pertencem aos respectivos fabricantes (Sof-Lex Disks, 3M ESPE; Finishing Discs Kit, Bisco Inc. e Astropol F, P, AH, Ivoclar-Vivadent). Os espécimes serão confeccionados segundo cada metodologia a ser empregada, e avaliados após 1 semana e 1 ano de armazenamento, exceto para a caracterização das partículas de carga. Os resultados serão tabulados e submetidos à análise estatística para a comparação dos resultados. (AU)