Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da presença de determinantes genéticos cromossômicos e/ou plasmidiais associados à resistência a metais pesados em cepas de Bacteroides fragilis isoladas de humanos e bezerros

Processo: 09/50385-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Mario Júlio Ávila-Campos
Beneficiário:Aline Ignacio Silvestre da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência genética   Bacteroides fragilis   Anti-infecciosos   Metais pesados

Resumo

A presença de metais pesados na natureza não é um fato raro, fazendo parte da constituição de solos e rochas. Deve-se considerar que a sua distribuição na superfície terrestre, foi possível graças à atividade vulcânica e outros eventos geológicos, assim como pelas práticas humanas sem planejamento adequado quanto à eliminação dos resíduos produzidos. É sabido que esses metais são essenciais para o crescimento de diversos organismos, sendo requeridos e aproveitados em baixas concentrações. Exemplos de tal afirmação são, por exemplo, o zinco que possui um papel crucial na atividade catalítica e/ou na estrutura de muitas enzimas fornecendo-lhes estabilidade, e o cobalto, componente essencial da vitamina B12. Já, outros como o mercúrio e o cádmio, não possuem função fisiológica e são tóxicos mesmo em baixas concentrações, inibindo a atividade celular e formando compostos altamente tóxicos. Devido à importância de se determinar a resistência aos antimicrobianos, particularmente, aos metais pesados, em cepas intestinais consideradas como pertencentes à microbiota residente, de humanos e animais. Assim, o presente estudo tem por objetivo verificar a presença dos principais determinantes de resistência cromossômicos e/ou plasmidiais a metais pesados, tais como cádmio, cobalto, zinco e mercúrio, em cepas de Bacteroides fragilis isolados da microbiota intestinal de humanos e bezerros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)