Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura dos microrganismos responsáveis pelo ciclo do metano em áreas desmatadas nas cabeceiras do rio Xingu impactadas e em restauração natural

Processo: 10/12999-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: CNPq - Pronex
Pesquisador responsável:Tsai Siu Mui
Beneficiário:Caio Augusto Yoshiura
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58114-3 - Monitoring the microbial diversity and functional activities in response to land-use changes and deforestation under soybean and sugarcane cultivations, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Degradação do solo   Mudança climática   Desmatamento   Agricultura sustentável

Resumo

A agropecuária apresenta relevante papel socioeconômico para o país sendo constante a busca de técnicas para uma agricultura sustentável. Entretanto, a rápida conversão de florestas em sistemas agrícolas pode ocasionar degradação dos solos se mal manejados, gerando uma ameaça ao meio ambiente, se olhar pela extensão de biomas naturais, o Brasil, apresenta preocupante destaque pelo desmatamento. O objetivo deste estudo é avaliar o impacto do desmatamento na comunidade microbiana relacionada ao ciclo do metano - em função do regime das águas. A diversidade será estudada por DGGE. Os sítios de amostragem selecionados correspondem a áreas de restauração ambiental, nas cabeceiras do rio Xingu no estado do Mato Grosso, onde serão avaliados de maneira comparativa os seguintes sistemas: floresta nativa, sistema convencional de soja, pastagem contínua, e duas matas ciliares adjacentes às áreas de estudo, todos com 15 anos de implantação. Este tipo de enfoque para ambas as regiões de estudo tem sido incipiente e apresenta grande relevância, baseada em experiências anteriores realizadas por proprietários rurais da ONG Aliança da Terra e associados da organização "Y Ikatu Xingu". A atual proposta deverá atender a um dos objetivos do Projeto Temático (Mudanças Climáticas 2008/58114-3), de monitorar as comunidades microbianas em solos de floresta, bem como a análise da diversidade de microrganismos participantes do ciclo do metano, um dos gases responsáveis pelo aumento do efeito estufa. (AU)