Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da avaliação da disfunção do sistema nervoso autonômico em pacientes com lesão da medula espinhal e suas implicações na estrutura e função cardiovascular

Processo: 07/55148-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Alberto Cliquet Junior
Beneficiário:Tatiana Mirabetti Ozahata
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Traumatismos da medula espinal   Aterosclerose

Resumo

INTRODUÇÃO: Os indivíduos com lesão medular apresentam o controle autonômico do sistema cardiovascular alterado e instável. Entre outras conseqüências ocorre a adaptação do sistema vascular. Medidas de variabilidade da freqüência cardíaca têm apresentado um valor clínico significante. Além disso, o estilo de vida sedentário desponta como um fator de risco agravante típico destes indivíduos para doenças cardiovasculares. Justificativa: A literatura descreve pouco sobre os mecanismos fisiológicos adaptativos que ocorrem na freqüência cardíaca, avaliados através da variabilidade da freqüência cardíaca, e no sistema cardiovascular, avaliados pelos parâmetros ecocardiográficos de indivíduos com lesão medular OBJETIVOS: Avaliação da estrutura e função cardiovascular em pacientes com lesão medular. CASUÍSTICA: Serão estudados 30 voluntários do sexo masculino, faixa etária entre 20 e 40 anos, portadores de lesão medular, com tempo mínimo de lesão de 24 meses, sem qualquer outra patologia e/ou que estejam fazendo uso de drogas que possam influenciar o sistema nervoso autonômico, divididos em 3 grupos: Grupo 1 (G1) com 10 pacientes com tetraplegia, Grupo 2 (G2) com 10 pacientes com paraplegia, nível de lesão acima de T6, Grupo 3 (G3) com 10 pacientes com paraplegia, nível de lesão abaixo de T7 e o grupo 4 (G4), com 10 voluntários saudáveis do sexo masculino, na mesma faixa etária. METODOLOGIA DE ANÁLISE: A variabilidade da freqüência cardíaca será avaliada no domínio do tempo através do índice RMSSD e domínio da freqüência através da análise espectral, que permite a decomposição da variação da freqüência cardíaca em componentes oscilatórios na faixa de freqüência entre 0,04 a 0,15Hz para o componente de baixa freqüência (BF) e 0,15 a 0,4Hz para o componente de alta freqüência (AF), será apresentado também a razão BF/AF. Os ensaios de Eco-Doppler-cardiografia serão realizados no Hospital das Clínicas da UNICAMP Os indivíduos terão a estrutura ventricular esquerda avaliada e a aferição da Espessura íntima-Média da Artéria Carótida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MATOS-SOUZA, J. R.; PITHON, K. R.; OLIVEIRA, R. T. D.; TEO, F. H.; BLOTTA, M. H. S. L.; CLIQUET, JR., A.; NADRUZ, JR., W. Altered left ventricular diastolic function in subjects with spinal cord injury. SPINAL CORD, v. 49, n. 1, p. 65-69, JAN 2011. Citações Web of Science: 20.
MATOS-SOUZA, J. R.; PITHON, K. R.; OZAHATA, T. M.; OLIVEIRA, R. T.; TEO, F. H.; BLOTTA, M. H.; CLIQUET, JR., A.; NADRUZ, JR., W. Subclinical atherosclerosis is related to injury level but not to inflammatory parameters in spinal cord injury subjects. SPINAL CORD, v. 48, n. 10, p. 740-744, OCT 2010. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.