Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do tratamento com glicose e metilglioxal sobre a função de neutrófilos humanos: papel da astaxantina e da vitamina C

Processo: 09/17381-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Rosemari Otton
Beneficiário:Beatriz Alves Guerra
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus   Estresse oxidativo   Antioxidantes   Fisiologia endócrina   Neutrófilos   Astaxantina   Vitamina C

Resumo

A incidência crescente de diabetes mellitus (DM) constitui uma das principais ameaças à saúde humana. Alterações hormonais, consumo calórico excessivo, sedentarismo e obesidade, têm uma influência significativa na sua patogênese sendo, a disfunção celular e a resistência à insulina os principais eventos que ocasionam o aumento plasmático de glicose (hiperglicemia). A presença de hiperglicemia favorece a reação das moléculas de glicose com grupamentos amino de proteínas, formando os produtos finais de glicação (AGEs). Os efeitos patológicos dos AGEs estão relacionados à capacidade destes compostos em modificar as propriedades químicas e funcionais das mais diversas estruturas biológicas. A formação de AGEs está associada diretamente com o aparecimento das complicações diabéticas. Este trabalho tem por objetivo avaliar o efeito do tratamento concomitante de metilglioxal e glicose, como indutores de AGEs e estresse oxidativo, em neutrófilos do sangue periférico humano, bem como a possível atuação protetora da astaxantina e da vitamina C sobre os parâmetros funcionais destas células. As avaliações a serem realizadas incluem: viabilidade celular por citometria de fluxo após tratamento das células com metilglioxal (5 µM) e glicose (20 mM) paralelamente ao tratamento com ASTA (2 µM) e vitamina C (100 µM), produção de interleucinas pró e antiinflamatórias; produção de EROs/ERNs pela avaliação da produção de ânion superóxido, óxido nítrico (NO) e peróxido de hidrogênio (H2O2); relação GSH/GSSG. Este estudo poderá contribuir para a compreensão do envolvimento dos AGEs na função das células imunes e a ação específica da ASTA e da vitamina C neste processo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUERRA, B. A.; BOLIN, A. P.; OTTON, R. Carbonyl stress and a combination of astaxanthin/vitamin C induce biochemical changes in human neutrophils. TOXICOLOGY IN VITRO, v. 26, n. 7, p. 1181-1190, OCT 2012. Citações Web of Science: 5.
GUERRA, BEATRIZ ALVES; BOLIN, ANAYSA PAOLA; MORANDI, ANA CAROLINA; OTTON, ROSEMARI. Glycolaldehyde impairs neutrophil biochemical parameters by an oxidative and calcium-dependent mechanism-Protective role of antioxidants astaxanthin and vitamin C. Diabetes Research and Clinical Practice, v. 98, n. 1, p. 108-118, OCT 2012. Citações Web of Science: 9.
GUERRA, BEATRIZ ALVES; OTTON, ROSEMARI. Impact of the carotenoid astaxanthin on phagocytic capacity and ROS/RNS production of human neutrophils treated with free fatty acids and high glucose. International Immunopharmacology, v. 11, n. 12, p. 2220-2226, DEC 2011. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.