Busca avançada
Ano de início
Entree

Verificação do desempenho de redes neurais MLP na análise de águas utilizando uma língua eletrônica

Processo: 04/01701-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Antonio Riul Júnior
Beneficiário:Pettras Leonardo Bueno dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/00792-0 - Desenvolvimento de uma língua eletrônica para análise e caracterização de sistemas líquidos, AP.JP
Assunto(s):Sensores   Língua eletrônica   Redes neurais (computação)   Inteligência artificial

Resumo

Este projeto visa à avaliação de diferentes arquiteturas e algoritmos de redes neurais artificiais para determinar aquela que melhor otimize a identificação de um determinado conjunto de dados obtidos com uma "língua eletrônica". A aplicação de diferentes algoritmos em uma base de dados contendo diferentes amostras de água permitirão uma melhor avaliação do desempenho do dispositivo na determinação de contaminantes em água, implementando ao mesmo tempo o processo de reconhecimento de padrões, essencial para futuras aplicações práticas. Os resultados serão fornecidos por outro projeto de iniciação científica, aprovado pela FAPESP, para verificar contaminantes em água. O aluno iniciará as avaliações com vários tipos de redes MLP (backpropagation, backpropagation momentum, Rprop, etc...) na plataforma SNNS (Stuttgart Neural Network Simulator), verificando qual o número de camadas intermediárias e tipo de rede que fornecerá a melhor Identificação dos dados, realizando os ajustes necessários. Além da quantificação obtida há grande interesse na identificação das diferentes soluções ultradiluídas. Nesse sentido, este projeto toma-se uma peça fundamental, pois temos fortes pretensões de utilizar o aprendizado realizado para graduar uma "escala homeopática". O projeto foi concebido dentro da linha de pesquisa do meu projeto Jovem Pesquisador em Centro Emergente (02/00792-0), em desenvolvimento junto ao DFQB da UNESP de Presidente Prudente. (AU)