Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre morbi-mortalidade e consumo de cloreto de sódio: um estudo experimental

Processo: 99/05471-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joel Claudio Heimann
Beneficiário:Juliana Imenis Barradas
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de risco para doença cardiovascular   Hipertensão   Pressão sanguínea   Sódio   Ratos endogâmicos SHR   Modelos animais de doenças

Resumo

Incremento crônico de PA está associado a maior morbi-mortalidade. E desconhecido se há uma relação causal nesta associação. O tratamento de pacientes hipertensos tem como objetivo único, reduzir o risco de desenvolvimento de complicações cardiovasculares (CV), renais, etc. ao longo da vida, bem como, diminuir a mortalidade. Múltiplas são as terapêuticas para tratamento da hipertensão. Excetuando-se os beta-bloqueadores, os diuréticos e bloqueadores de canais de cálcio em idosos, ainda não há comprovação de efeitos benéficos sobre a morbi-mortalidade dos demais tratamentos, tanto medicamentosos, quanto não-medicamentosos. Desta forma, justificam-se estudos que verificam a incidência de eventos mórbidos CV ao longo do tratamento anti-hipertensivo. O objetivo desta proposta é avaliar a morbi-mortalidade de ratos Wistar e SHR submetidos à sobrecarga ou restrição salina crônica. Serão analisadas as seguintes variáveis: PA, sensibilidade a insulina e a sal, presença de lesões cardíacas e cerebrais e verificação de causa-mortis. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)